Províncias

Efectivos dão sangue ao hospital local

Nicolau Vasco| Menongue

O serviço de sangue do Hospital Central de Menongue está mais reforçado, após efectivos dos Serviços de Migração e Estrangeiros (SME) na província do Cuando Cubango terem dado mais de 30 litros.

O gesto de solidariedade enquadra-se nos festejos de mais um aniversário daquela órgão do Ministério Interior.
O terceiro subchefe do SMS, Teodoro Cabinda, disse que os efectivos decidiram dar sangue naquela unidade hospitalar, tendo em vista os apelos constantes das autoridades sanitárias sobre a carência que os hospitais enfrentam. “Este acto de solidariedade não vai ser único, pois, o grupo de voluntários do SME vai continuar a desenvolver actividades do género, visando minimizar a carência de sangue em várias unidades hospitalares da província”, disse.
O técnico do serviço de hemoterapia do Hospital Central de Menongue, Ernesto Chinoa, agradeceu o gesto dos efectivos do SME e sublinhou que o sangue dado vai permitir atender aos casos mais urgentes, sobretudo vítimas de acidentes de viação e aqueles que padecem de doenças crónicas, como anemia.
A unidade sanitária tem contado com apoio de dadores particulares e colectivos, com destaque para as igrejas Católica, Adventista do Sétimo Dia e Tocoísta e várias associações, algumas das províncias de Luanda e do Huambo. O técnico do serviço de hemoterapia disse também que a instituição conta ainda com mais de 40 voluntários, que doam sangue em situações de emergência, sempre que são chamados.

Tempo

Multimédia