Províncias

Ensino mais facilitado

Cláudia Muhatili| Menongue

Na província do Cubango Cubango estão matriculados ao todo, este ano lectivo, 211.235 alunos, disse quarta-feira  o director provincial em exercício da Educação, Ciência e Tecnologia.

Benjamim Manuel anunciou também que este ano lectivo há mais 144 novas salas de aulas que vão acolher 12.960 alunos que estudavam em condições precárias e outros que entram pela primeira vez no sistema de ensino.
O director provincial disse que o “grande problema é a falta de professores” e que são precisos mais 1.500.
O vice-governador do Cuando Cubango para o sector Económico, Ernesto Kiteculo, lembrou que é pela educação que se torna o indivíduo capaz de enfrentar as exigências da vida e que ninguém deve poupar esforços na ajuda à aprendizagem do aluno e aos professores.
Este ano lectivo, referiu o vice-governador, o Governo Provincial continua a envidar esforços para a criação de meios que permitam cumprir os programas e atingir as metas preconizadas, como acções de formação de gestores escolares, apoio ao acompanhamento e supervisão das escolas e às inspecções, encontros para trocas de experiencias entre províncias e um controlo rigoroso na distribuição da merenda escolar.

Aulas de alfabetização

O Governo Provincial, prometeu, vai igualmente continuar a desenvolver o plano estratégico de revitalização da alfabetização, agora facilitado com o método “Sim eu posso”, que já deu sinais bastante positivos em termos de resultados.
Segundo Ernesto Kiteculo, o Governo Provincial do Cuando Cubango também vai prestar atenção aos alunos com necessidades de educação especial e ao ensino técnicoprofissional, bem como à educação física e desporto escolar, formação de agentes de saúde escolar, ampliação do diálogo entre as escolas, alunos e as comunidades. Na região estão a ser reabilitadas e construídas escolas, para inserir mais crianças no ensino.

Tempo

Multimédia