Províncias

Ensino Superior em casa própria

Alzira da Silva| Menongue

Um Campo Universitário vai ser erguido no Kuando-Kubango, para o ano lectivo de 2012. Servida por um edifício administrativo, a instituição tem dez salas, pavilhão gimno-desportivo, habitação para os alunos internos, refeitórios, lavandarias. Em 2012, arranca o curso de ciências agrárias. 
          

Participantes no encontro manifestaram receptividade às propostas apresentadas
Fotografia: Manuel Pascoal

O governador do Kuando Kubango, Eusébio de Brito Teixeira, anunciou, ontem, em Menongue, que, no ano lectivo de 2012, a província, no quadro do programa global, vai construir um campo universitário, servido por um edifício administrativo com dez salas, pavilhão gimno-desportivo, habitação para os alunos internos, refeitórios, lavandarias.
Em 2012 arranca o curso de ciências agrárias.
Eusébio Teixeira divulgou estas informações durante a visita do reitor da Universidade Mandume ya Ndemufayo, Viriato Gaspar Gonçalves, à província do Kuando-Kubango, para lançar o plano de desenvolvimento institucional da Universidade Mandume Ya Ndemufayo na província.
O reitor teve ontem encontro com o governador da província do Kuando-Kubango, Eusébio de Brito Teixeira, e visitou as instalações do Instituto Superior Polítécnico.
Durante o encontro, o governador da província do Kuando-Kubango, Eusébio de Brito Teixeira, anunciou que o Instituto Superior Politécnico vai abrir este ano lectivo os cursos de matemática e enfermagem.
Eusébio de Brito Teieira anunciou que o plano de desenvolvimento para expansão do ensino superior na província está inserido num vasto programa de acções que a reitoria da Universidade Mandume ya Ndemufayo desenvolve na região académica que compreende as províncias do Cunene, Namibe, Huíla e Kuando-Kubango.
``O ensino, seja elementar ou superior, é a base da consciência de qualquer nação e da qual depende a sua prosperidade, daí a sua modernização e massificação para podermos formar quadros exemplares e para contribuir na solução dos mais variados problemas sociais da nossa região e do nosso país”, disse.
Viriato Gonçalves esteve reunido com membros do governo, representantes das igrejas e da sociedade civil.
O reitor da Universidade Mandume Ya Ndemufayo disse que o ensino superior é de estrema importância no quadro do desenvolvimento que se pretende dar à província do Kuando-Kubango. 

Tempo

Multimédia