Províncias

Escola de professores aborda novas técnicas

Cláudia Muhatili | Menongue

A escola do segundo ciclo do ensino secundário de Formação de Professores “Mwene Vunongue”, em Menongue, Cuando Cubango, acolhe, desde segunda-feira, as primeiras jornadas científico-pedagógicas para os estudantes  adquirirem experiência  e  conhecimentos nas áreas ligadas aos cursos em que estão matriculados.

Objectivo é mehorar o processo de ensino
Fotografia: Domingos Cadência |

O referido encontro, que  termina hoje, decorre sob o lema “Para um ensino de qualidade, formemos, profissionalizemos e valorizemos o professor”.
Os participantes abordam temas como “o professor como missionário”, “a avaliação das aprendizagens”, “HIV/Sida: implicações no processo de ensino aprendizagem” e “o desenvolvimento socioeconómico do Cuando Cubango”.
O director da escola, José Funete, disse que a melhoria da qualidade do ensino  constitui  uma preocupação permanente de todos e     começa na escola de formação de professores.
José Funete sublinhou que a formação dos professores merece  especial atenção, principalmente no desenvolvimento das ciências científicas, pedagógicas, técnicas, culturais e morais. “É importante formar professores de modo a executar os objectivos gerais da educação com todos os conhecimentos específicos de uma profunda consciência patriótica, de modo a que assumam com responsabilidade a tarefa de educar as novas gerações”.
O director provincial da Educação, Miguel Kanhime, referiu que as jornadas científico-pedagógicas “potenciam” o processo de ensino e aprendizagem no respeitante à teoria e à prática.
“Os participantes devem aproveitar para corrigir com rigor as suas insuficiências e mudarem para melhor, visto que o futuro da escola está nas vossas mãos e o êxito  depende do vosso trabalho”, concluiu Miguel Kanhime.

Tempo

Multimédia