Províncias

Estudantes vencem “Sábados Académicos”

Carlos Paulino | Menongue

Estudantes do município de Menongue venceram, na sede comunal do Missombo, província do Cuando Cubango, a 9ª edição do concurso provincial “Sábados Académicos”, promovido pela JMPLA, no quadro do projecto Sucesso Escolar e Mérito Estudantil.

Fotografia: DR

Cada um dos cinco integrantes da equipa de Menongue recebeu, como prémio, um computador de mesa. Na segunda posição, ficou o município do Cuito Cuanavale cujos participantes foram agraciados com plasmas de 32 polegadas. Em terceiro lugar situaram-se os concorrentes do Cuchi, que foram  premiados com  telemóveis.
A fase final do concurso provincial contou com a participação de 25 candidatos dos municípios de Menongue, Cuchi, Cuito Cuanavale, Mavinga e Rivungo. A concorrente do Cuchi, Raquel Mucumbi, de 18 anos e estudante da 11ª classe, foi considerada a aluna de mérito, pela inteligência que demons-
trou durante a competição. Os alunos tiveram que responder questões ligadas à Língua Portuguesa, cultura geral e Matemática.
Para a fase final do concurso nacional, que vai ser realizado no próximo mês, em Luanda, a província do Cuando Cubango vai ser representada por Raquel Mucumbi, do município do Cuchi, Manuel Tchimuma (Cuito Cuanavale), Inácio Kassuende (Mavinga), Celso Cambola e Ana Ndahekelekua (Menongue).
O vice-governador do Cuando Cubango para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas, Bento Xavier, disse que a realização do concurso “Sábados Académicos” tem contribuído significativamente para resolver o problema do fraco desempenho dos estudantes nas escolas a nível do país.
O  responsável salientou que o fraco desempenho dos alunos tem estado a preocupar o Governo da província, porque as crianças, adolescentes e os jovens serão os futuros dirigentes do país e para o efeito é necessário prepará-los bem, para que possam corresponder com as exigências futuras.
“Se aparecerem projectos do género, como o da JMPLA, que visa incentivar, principalmente os estudantes do ensino médio à investigação científica, pensamos que os estudantes saem a ganhar, porque vão  estar muito motivados e farão por superar-se a cada dia que passa. Portan-
to, é  um incentivo”, disse o vice-governador .
Bento Xavier realçou que o Governo  local continua preocupado com as dificuldades que o sector da Educação enfrenta na região, tendo em vista que ainda existem milhares de crianças fora do sistema de ensino e alunos a estudarem debaixo de árvores  nos nove municípios da provínca.

Tempo

Multimédia