Províncias

Fortes chuvas desalojaram milhares de pessoas

Carlos Paulino | Menongue

As fortes chuvas que caíram, no Kuando-Kubango, entre 27 de Outubro do ano passado e a última terça-feira, desalojou quase oito mil pessoas e destruiu mais de 1.800 casas, além de provocar uma morte, anunciou o coordenador provincial da Comissão Executiva de Protecção Civil.

As fortes chuvas que caíram, no Kuando-Kubango, entre 27 de Outubro do ano passado e a última terça-feira, desalojou quase oito mil pessoas e destruiu mais de 1.800 casas, além de provocar uma morte, anunciou o coordenador provincial da Comissão Executiva de Protecção Civil.
Francisco Mateus Domingos adiantou que, além disso, 383 lavras foram inundadas. A comissão de protecção civil tem apoiado as famílias afectadas, principalmente com tendas e outros bens de primeira necessidade.
 A Comissão Executiva de Protecção Civil, referiu, estuda formas de transferir as famílias que vivem em locais de risco para áreas seguras.
Elefantes continuam a destruir lavras na localidade do Kandendele, salienta um documento da administração municipal, a que o Jornal de Angola teve acesso.
O documento da Comissão Executiva de Protecção Civil refere que dez elefantes destruíram sete lavras, obrigando as pessoas a abandonar as casas.

Tempo

Multimédia