Províncias

Governador anuncia ligação Jamba-Cueio/Menongue

Nicolau Vasco | Menongue

A ligação rodoviária entre a Jamba-­Cueio e o município de Menongue vai ser reposta brevemente, com a construção da ponte sobre o rio Cwebe, garantiu, na quinta-feira, o governador durante uma visita àquela comuna.

Governador durante a vista à comuna
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

 
A ligação rodoviária entre a Jamba-­Cueio e o município de Menongue vai ser reposta brevemente, com a construção da ponte sobre o rio Cwebe, garantiu, na quinta-feira, o governador durante uma visita àquela comuna.
Eusébio de Brito Teixeira deslocou-se àquela comuna, acompanhado de vários directores e técnicos, para verificar o estado das estradas e da antiga ponte destruída, há mais de três décadas, durante o conflito armado.
O governador criou uma comissão técnica para trabalhar no projecto da construção de um jangada que, enquanto decorre a construção da ponte e a desminagem, vai facilitar a circulação de pessoas e bens.
Eusébio de Brito Teixeira reconheceu que a situação socioeconómico na região é crítica, apesar de certos avanços registados na educação e na saúde.
Jamba-Cueio é uma zona onde as comunicações por estrada são precárias. Na comuna ainda são visíveis escombros da guerra. A população vive receosa por causa da existência de campos minados, que têm causado várias vítimas, afectando pessoas e gado. 
Na localidade, as únicas infra-estruturas recentemente construídas são uma escola, um posto de saúde e duas casas, uma para o administrador e outra para o adjunto.
O administrador em exercício, Augusto Dala, elogiou a presença de Brito Teixeira por ser o primeiro governador a visitar Jamba-Cueio, desde que, em 1975, ascendeu à categoria de comuna.

Saúde e Educação

Augusto Dala sublinhou que as áreas da educação e saúde são as que mais apresentam problemas. Na comuna há apenas um posto médico, com duas salas, uma para internamento, com quatro camas, e outra para consultas. Diariamente são atendidas cerca de 25 pessoas.
A assistência médica é garantida por dois técnicos de saúde, sendo necessários, pelo menos, disse Dala, mais oito. As doenças mais frequentes são a malária, diarreia aguda, pneumonia, bronquite, tosse e conjuntivite.
Neste no ano lectivo, há 1.081 alunos matriculados, mas, refere uma nota da administração, cerca de 450 crianças ainda estão fora do sistema normal de ensino. A comuna tem apenas oito professores, que leccionam da iniciação à 6ªclasse.
Em termo de infra-estruturas, apenas há uma escola de construção definitiva, com duas salas de aulas. As restantes foram feitas à base de material rural.

Agricultura

No âmbito do Programa de Extensão e Desenvolvimento Rural (PEDR), a direcção provincial da Agricultura entregou a 860 famílias, agrupadas em associações de camponeses, cerca de quatro toneladas de semente de milho, dez charruas e 480 enxadas. Nos próximos tempos vai distribuir sementes de feijão, jinguba, massango e massambala.
A comuna da Jamba-Cueio já foi o celeiro que abastecia os mercados do Kuando-Kubango e das regiões limítrofes.
Jamba-Cueio, a 116 quilómetros do município de Menongue, tem quatro mil habitantes, na maioria camponeses dependentes da agricultura de subsistência.

Tempo

Multimédia