Províncias

Governo local constrói mais estradas

Carlos Paulino | Menongue

O governador provincial, Higino Carneiro, anunciou ontem em Menongue que está para breve o arranque da construção de vários troços rodoviários a nível  do Cuando Cubango.

Os referidos troços rodoviários são Cuangar/Calai/Dirico, Cuito Cuanavale/Mavinga/Rivungo, Cuchi/Savate e Rivungo/Neriquinha.
O governador Higino Carneiro, que falava durante a primeira reunião do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social, disse que o Governo já identificou as empresas que vão executar os trabalhos, estando neste momento a acertar os últimos detalhes.
A construção destes troços rodoviários visa facilitar a circulação de pessoas e mercadorias para os municípios do interior da província e permitir que o Governo Central e o Provincial façam chegar os principais bens e serviços às populações destas localidades que vivem uma situação de extrema pobreza devido à estiagem.
“A falta de vias de acesso constitui até hoje um dos grandes empecilhos para o desenvolvimento socioeconómico dos municípios do interior e, consequentemente, da melhoria das condições de vida das populações, sobretudo as que estão na parte leste da região, como Mavinga, Rivungo e Nancova”, disse o governador.
A colocação da primeira pedra para a construção de 30 projectos de impacto social no município do Cuito Cuanavale está para breve, com realce para a ponte sobre o rio Cuito, que dá acesso a Mavinga e Rivungo.
A construção de habitações sociais, de uma central de captação de água, um cemitério municipal, instalações dos serviços prisionais, estancamento de ravinas, reabilitação e ampliação do Memorial dos Heróis da Batalha do Cuito Cuanavale, entre outros empreendimentos, têm também prioridade.
O Governo Provincial do Cuando Cubango tem de igual modo em carteira a construção de centros médicos e mais escolas em todos os municípios.
No próximo mês de Julho realiza-se a segunda edição da Feira do Gado, na comuna de Bondo Caíla, município fronteiriço do Cuangar.
Durante o encontro foi analisada a proposta do Orçamento da província, para o ano 2015, que prevê principalmente acções de fomento e estudos de projectos para o desenvolvimento da região nos sectores da agricultura, biodiversidade e reassentamento das populações. Os membros do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social foram informados sobre os cerca de 17 mil milhões de kwanzas que o Governo Provincial do Cuando Cubango recebeu do Orçamento de 2013, dos 22 mil milhões de kwanzas previstos e que foram gastos, sobretudo, em despesa públicas.
Os participantes foram ainda informados sobre o Censo Geral da População e Habitação, que a nível da província do Cuando Cubango decorre sem sobressaltos. Há prontidão dos recenseadores e dos grupos técnicos municipais, mas alguns meios logísticos carecem de reforço.
O Governo Provincial do Cuando Cubango construiu 148 escolas desde 2012, que permitiram inserir muitas centenas de crianças no sistema de ensino e neste momento estão em construção cerca de 50 escolas em todos os municípios.
Os participantes elogiaram os esforços do Governo Provincial que no ano económico 2013 soube aplicar com sabedoria os recursos financeiros colocados à sua disposição e acreditam que, com essas iniciativas, é possível reduzir significativamente as assimetrias no desenvolvimento regional.
No final da reunião, o Governo Provincial ofereceu bicicletas, aparelhos de som, cobertores e roupas usadas às autoridades tradicionais dos nove municípios da província.

Tempo

Multimédia