Províncias

Grande adesão de mulheres à alfabetização

Weza Pascoal | Menongue

Ao todo, 19.691 pessoas, dos 12 aos 40 anos, das quais 11.904 do sexo feminino, frequentam, este ano, na Província do Cuando Cubango, o Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, disse ao Jornal de Angola o responsável do sector.

O Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar tem no Cuando Cubango 403 alfabetizadores distribuídos pelos nove municípios, a maioria nos do interior, onde há maior número de interessados, principalmente do sexo feminino, em aprender a ler e escrever.
O responsável referiu que o Programa de Alfabetização regista na província grande adesão, principalmente daqueles que devido à guerra não tiveram oportunidade de estudar.
Agostinho Tololi lamentou que a falta de transporte prejudique o acompanhamento e divulgação do programa nas zonas mais distantes, onde muitas vezes as aulas são ministradas em varandas, debaixo de árvores e igrejas, sem as condições indispensáveis ao ensino de ensino e aprendizagem.
O Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, promovido pelo Ministério da Educação, destina-se a erradicar o analfabetismo até 2017.
A população da região tem sido aconselhada a aderir às aulas de alfabetização e têm sido construídas mais salas em zonas distantes das sedes municipais.

Tempo

Multimédia