Províncias

Hospital Municipal do Cuito Cuanavale atende diariamente mais de 70 pessoas

Carlos Paulino | Cuito Cuanavale

O Hospital Municipal do Cuito Cuanavale, na província do Kuando-Kubango, atende, diariamente, mais de 70 pacientes, disse a chefe de repartição municipal de saúde pública.

Hospital do Cuito com melhoria no atendimento
Na unidade de saúde há medicamentos suficientes para as necessidades
Fotografia: Jornal de Angola

 
 
O Hospital Municipal do Cuito Cuanavale, na província do Kuando-Kubango, atende, diariamente, mais de 70 pacientes, disse a chefe de repartição municipal de saúde pública.
Adelaide Ernesto afirmou, que as patologias mais frequentes são, doenças respiratórias agudas, malária e as de transmissão sexual, frisando que “há medicamentos suficientes na unidade sanitária, para a população que acorre, diariamente, à procura de assistência médica”.

Mais de 30 casos de Sida 
foram diagnosticados
 
O centro de aconselhamento e testagem voluntária (CATV), instalado no interior do Hospital Municipal, diagnosticou, de 21 de Maio a 20 de Junho, 31 novos casos de vírus da Sida, um dos quais numa criança de 8 meses.
Adelaide Ernesto afirmou, que a criança recebe tratamento especial dos médicos chineses, que se deslocam ao município de 15 em 15 dias. O hospital, acrescentou, não regista nenhum caso de internamento de portadores de Sida, porque todos beneficiam de tratamento ambulatório.
“Nós conhecemos as casas dos pacientes ou ficamos com os terminais telefónicos e quando os médicos chegam são avisados, para virem fazer o tratamento. Os doentes graves são transferidos para o hospital provincial”.
A falta de transporte, disse, é uma das principais dificuldades do sector de saúde no município.
 “No caso de transferência de doentes, temos contado com o apoio das viaturas da Polícia e do comité municipal do MPLA”.
Do início do ano, até 20 de Junho, o Hospital Municipal do Cuito Cuanavale assistiu, cerca de 30 partos.  A população do município vive, há mais de dois meses, sem luz eléctrica e há cerca de seis sem água.

Tempo

Multimédia