Províncias

Instituição académica incentiva investigação

Carlos Paulino | Menongue

O vice-reitor da Universidado Cuito Cuanavale (UCC) para a área científica e pós graduação, Nicolau Caneta, anunciou na terça-feira em Menongue que a instituição académica promove a investigação científica.

Nicolau Caneta, que dissertava numa palestra sobre o contributo da instituição no desenvolvimento do Cuando Cubango, destacou a formação de especialistas em biologia, matemática, engenharia hidráulica e agropecuária, engenharia de informática para gestão empresarial, gestão de hotelaria e turismo, enfermagem e análises clínicas.
O objectivo principal da Universidade Cuito Cuanavale, insistiu, é a formação de técnicos superiores com conhecimentos profundos em diferentes áreas do saber, para apoiarem o desenvolvimento do país e em particular da província do Cuando Cubango.
“A Universidade do Cuito Cuanavale  tem como visão para o futuro promover a qualidade do ensino na pesquisa, apostando na excelência e visando a formação de quadros munidos de ferramentas que estejam em condições de ajudar o país no processo de diversificação da economia, redução do índice de desemprego e na diminuição da fome e da pobreza entre as populações, sobretudo no meio rural”, disse.
A criação da Universidade do Cuito Cuanavale em 2014 resultou da necessidade de separação das províncias do Cuando Cubango e Cunene da jurisdição da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, afecta à 6ª região académica, que engloba a Huíla e Namibe. A província do Cuando Cubango, que alberga a sede da Universidade do Cuito Cuanavale, conta com quatro unidades orgânicas, ao passo que o Cunene tem duas unidades orgânicas, que leccionam os cursos de biologia, engenharia hidráulica e agropecuária, informática para gestão empresarial, enfermagem e análises clínicas.

Exame de aptidão

Este ano, 3.918 estudantes participaram no exame de acesso à Universidade do Cuito Cuanavale, dos quais 63 por cento são do sexo masculino, para 615 vagas disponíveis no Cuando Cubango e Cunene.
No último ano académico, 3.745 estudantes estavam matriculados nas unidades orgânicas do Cuando Cubango, com 55 por cento do total, e Cunene com os restantes.

Tempo

Multimédia