Províncias

Instituto Agrário incentiva aumento da produção

Alzira da Silva | Menongue

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) está a preparar, em toda a extensão da província do Kuando-Kubango, mais de 200 mil hectares de terra cujos destinatários são 66 mil famílias camponesas da região, disse, ontem, o responsável da instituição, Eurico Cassanga Miguel.

O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) está a preparar, em toda a extensão da província do Kuando-Kubango, mais de 200 mil hectares de terra cujos destinatários são 66 mil famílias camponesas da região, disse, ontem, o responsável da instituição, Eurico Cassanga Miguel.
Eurico Miguel sublinhou que o programa se destina à produção de bens diversos durante a campanha agrícola de 2010/2011.
Aquele responsável disse ainda que o IDA deu início ao processo de distribuição de 450 toneladas de sementes de milho e massango, dez toneladas de fertilizantes e 10.310 instrumentos agrícolas diversos, entre charruas, carroças de tracção animal, machados, enxadas e catanas.
O director do IDA disse que, no decurso deste mês, são esperadas, em Menongue, outras variedades de sementes de feijão, massambala, adubos e hortícolas diversas.
Realçou que, apesar de ter chovido muito em algumas partes da província e em outras partes nem por isso, a campanha agrícola 2009/2010 foi satisfatória, sendo o único aspecto negativo a falta de transportes para o escoamento dos produtos do campo para os principais mercados da província.
No seu ponto de vista, a falta de armazéns para a conservação dos produtos do campo constitui a maior preocupação do seu sector.
Durante a campanha agrícola passada, 2009/2010, o IDA apoiou cerca de 57.577 famílias camponesas, com 183 toneladas de sementes de milho, massango, massanbala, feijão manteiga e frade, 121.748 instrumentos de trabalho, nomeadamente charruas, semeador de tracção animal, moinho, motobombas, catanas, machados, enxadas, e 45 toneladas de adubo simples e composto.
Os municípios do Cuchi, Menongue, Cuito Cuanavale, Mavinga e Cuangar destacaram-se na produção de alimentos, com realce para as culturas de milho, massango, massanbala, feijão, mandioca, batata-doce, bata rena e hortícolas que estão a melhorar a dieta alimentar da população.

Micro-crédito

Na província do Kuando-Kubango 872 filiados da Associação Nacional dos Camponeses Angolanos (UNACA) já beneficiaram do micro-crédito do Banco de Poupança e Crédito (BPC), num valor total de 111 milhões, 952 mil e 350 kwanzas, no âmbito do programa do governo Angolano de combate à fome e à pobreza.
O responsável da UNACA, Francisco Sacalunga, disse que, da verba atribuída aos seus filiados, estes já reembolsaram ao banco seis milhões, 139 mil e 972 kwanzas.
No Kuando-Kubango, a UNACA controla 892 associações de camponeses filiados em 145 cooperativas.
Recentemente, as Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-Pecuárias do Kuando-Kubango realizaram, em Menongue, a quarta assembleia-geral ordinária de balanço e renovação de mandatos, durante a qual foi reconduzida a direcção executiva cessante para um novo mandato de quatro anos.

Tempo

Multimédia