Províncias

Leilão de gado bovino gera receitas

Carlos Paulino e Lourenço Bule| Bondo-Caíla

Um leilão realizado em Bondo Caíla, Cuando Cubango, no quadro da feira do gado que hoje encerra, resultou na compra de 61 cabeças de bovinos e em receitas de 17,8 milhões de kwanzas.

Criadores do Sul apoiaram feira de gado
Fotografia: JA

A feira, promovida pelo Governo Provincial do Cuando Cubango, teve a participação de seis criadores namibianos que expuseram as raças de gado simental, mix simental, brahman, mix brahman, bonsmara, bonsmara brahman. Os participantes no leilão concentraram-se na compra de um touro da raça simental de 46 meses e 700 quilos, que foi arrematado por 1,6 milhão de kwanzas pelo criador do Cuando Cubango Afonso Ndala.
Durante o leilão, o presidente da Cooperativa dos Criadores da Região Sul, Luís Nunes, disse que a realização da primeira Feira de Gado de Bondo Caíla significa o começo de uma intensa actividade do sector pecuário que vai contribuir para impulsionar a criação de bovinos no Sul de Angola, com vista a reduzir a importação de carne.
Luís Nunes prometeu o apoio da Cooperativa dos Criadores da Região Sul ao Governo do Cuando Cubango, com um roteiro de acções projectado para o progresso e o uso dos recursos pecuários a favor dos interesses da população.
O governador do Cuando Cubango, Higino Carneiro, disse na abertura da feira que as autoridades provinciais decidiram promover o leilão por notarem que o sector pecuário não tinha uma dinâmica empresarial condizente com o seu potencial.
“Com a realização desta feira no Cuando Cubango, há muitos criadores que podem formar um núcleo para responder ao grande potencial que a província tem para o desenvolvimento de um sector pecuário empresarial”, referiu.   
A feira contou com a participação dos governadores provinciais da Huíla e Zaire, Marcelino Tyipingue e Joanes André, 50 criadores oriundos das províncias do Cuando Cubango, Cunene, Huíla, Namibe e Zaire, além dos seis namibianos.

Tempo

Multimédia