Províncias

Mais de 15 mil alunos aprendem Nganguela

Carlos Paulino | Menongue

Mais de 15 mil alunos, da 1ª a 7ª classe, estão a frequentar aulas de Nganguela neste ano lectivo, na província do Cuando Cubango, informou ontem, na cidade de Menongue, o coordenador provincial das Línguas Nacionais.

A disciplina é ministrada a estudantes da 1ª a 7ª classe
Fotografia: Nicolau Vasco | Edições Novembro

Moisés Fulai, que falava depois de constatar o andamento do ensino da língua Nganguela nas escolas de Menongue, disse que o Gabinete Provincial da Educação implementou este projecto em 2006, inicialmente nas escolas de Menongue, e desde 2014 que expandiu para todos os municípios da província.
Afirmou que o projecto está a dar bons resultados, tendo em vista que muitos alunos já estão a ler e a escrever o idioma local.
Moisés Fulai salientou que o processo de ensino e aprendizagem desta disciplina no Cuando Cubango é assegurado por 335 professores. “ O projecto não abrangeu ainda todos os alunos do I ciclo do ensino secundário, porque o número de professores é insuficiente, precisamos de pelo menos 250”, disse.
Informou que o município de Menongue tem 4.275 alunos a estudarem Nganguela, Cuito Cuanavale 3.375, Cuangar 1.125, Mavinga 1.035, Calai 990, Rivungo 870, Dirico 675, Nancova 585 e Cuchi 225.
Moisés Fulai anunciou que o sector da Educação na província vai implementar, também, nos próximos tempos, a língua nacional Umbundo em todas as escolas do ensino primário até ao 2º ciclo, “por ser o idioma mais falado a nível do país”.
Defendeu o recrutamento de pelo menos 350 professores na província, para leccionarem as línguas Nganguela e Umbundo em todos os municípios do Cuando Cubango.
“O Cuando Cubango tem muitos quadros para leccionarem o Nganguela e o Umbundo, mas falta-lhes noções psicopedagógicas, ferramentas que lhes permitam transmitir convenientemente os conhecimentos aos alunos”, disse.

 

Tempo

Multimédia