Províncias

Menongue passa a ter centro de aconselhamento familiar

Carlos Paulino | Menongue

O município do Menongue, província do Kuando-Kubango, conta, desde quarta-feira, com um centro de aconselhamento familiar devidamente apetrechado, para dar resposta ao elevado índice de casos de violência doméstica.

O município do Menongue, província do Kuando-Kubango, conta, desde quarta-feira, com um centro de aconselhamento familiar devidamente apetrechado, para dar resposta ao elevado índice de casos de violência doméstica.
A infra-estrutura, orçada em 70 milhões de kwanzas, foi construída numa área de 262 metros quadrados e conta com sete quartos, dos quais quatro suites, para albergar mais de 20 pessoas vítimas de violência doméstica, sala de aconselhamento e de reuniões, refeitório, zona de lazer, entre outros serviços.
O vice-governador da província para o sector político e social, Pedro Camelo, que procedeu à inauguração do centro de aconselhamento familiar, disse que a infra-estrutura constitui um valor acrescentado para o Kuando-Kubango, uma vez que vai dar resposta aos conflitos familiares, para um clima de paz e harmonia.
“Acreditamos que a Lei contra a Violência Doméstica vai ter, na província, um melhor tratamento, de forma a contribuir para que as famílias estejam cada vez mais unidas e solidárias, fazendo com que o país caminhe para o progresso e desenvolvimento”, realçou.
Pedro Camelo sublinhou que as famílias sempre desempenharam um papel importante e são elas as bases para a edificação da nossa sociedade. Por essa razão, se forem desestruturadas vamos ter uma sociedade destorcida e sem valores, acrescentou.
A directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Florinda Katongo, disse que o novo centro veio suprir as dificuldades que o sector que dirige enfrentava, uma vez que funcionava em instalações impróprias e com um espaço muito reduzido para o trabalho.
A direcção da Família atende diariamente cerca de 20 casos de fuga à paternidade e de agressões psicológicas e físicas.

Tempo

Multimédia