Províncias

Merenda para milhares de alunos

Lourenço Bule | Menongue

Mais de 89 mil alunos do ensino primário e do primeiro ciclo, de 87 escolas do município de Menongue, passaram a ter a­cesso, desde quinta-feira, à merenda escolar, o que vai ajudar a criar o hábito da pontualidade e a obter melhores resultados a­cadémicos, principalmente no meio rural.

Distribuição de merenda escolar vai incentivar a assiduidade das crianças nas escolas e reduzir o índice de abandono escolar no meio rural
Fotografia: Paulo Mulaza

O director municipal da Educação, Ciência e Tecnologia, Emílio Cassay, explicou, durante o acto inaugural de distribuição da merenda escolar, que decorreu na comuna do Missombo, que o lanche é constituído por um pacote de bolachas, sumo e fruta.
Dos 89 mil alunos beneficiários neste ano lectivo, 61.302 são da comuna sede de Menongue, 5.612 do Missombo, 6.440 do Caiundo e 2.452 da Jamba Cueio.
Emílio Cassay realçou que a distribuição da merenda escolar nos estabelecimentos de ensino primário e do primeiro ciclo vai incentivar a assiduidade das crianças nas escolas e reduzir radicalmente o índice de a­bandono escolar, sobretudo no meio rural, onde as crianças preferem ir ao pasto de gado com os pais e às lavras, a frequentarem as aulas.
“Esta nova filosofia, que consiste na descentralização da merenda escolar por comunas, com um fornecedor para cada escola com o objectivo de exigir mais responsabilidade, vai obrigar os fornecedores e gestores escolares a prestarem contas, através de relatórios mensais”, disse.
Recentemente, o município de Menongue foi contemplado com duas novas escolas, de 12 salas cada, perfazendo 72 turmas em três períodos, que permitiram albergar 3.240 alunos, que estudavam debaixo das árvores e em capelas. O administrador municipal de Menongue, Miguel Dala Popular, pediu, na ocasião, mais responsabilidade e empenho às empresas ­envolvidas no processo de distribuição da merenda escolar, para que, até ao final do ano lectivo, seja possível atingir os resultados preconizados pelo Programa de Combate à Pobreza. Várias escolas têm sido construídas na região.

Tempo

Multimédia