Províncias

Milhares de adultos com aulas de alfabetização

Manuel Pascoal | Menongue

Mais de dez mil cidadãos dos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Cuchi, Cuangar, Dirico, Calai, Rivungo e Mavinga, na província do Kuando-Kubango, estão a frequentar aulas de alfabetização e aceleração escolar.

Muitas pessoas que não tiveram oportunidade de estudar querem aprender a escrever
Fotografia: Jornal de Angola

Mais de dez mil cidadãos dos municípios de Menongue, Cuito Cuanavale, Cuchi, Cuangar, Dirico, Calai, Rivungo e Mavinga, na província do Kuando-Kubango, estão a frequentar aulas de alfabetização e aceleração escolar.
 Agostinho Tololi, chefe provincial de secção da alfabetização e ensino de adultos, disse ontem que, dos alfabetizandos, 7.115 são mulheres e 3.265 são homens, com idades compreendidas entre os 12 e 40 anos.
 O chefe de secção da alfabetização e ensino de adultos revelou que, em 2010, foram inscritos 10.200 alunos, dos quais 9.195 terminaram o ano lectivo com aproveitamento, sendo 5.735 mulheres e 4.465 homens.
 Agostinho Tololi revelou que o programa de alfabetização e aceleração escolar, que conta com o apoio directo do Ministério da Educação, tem como objectivo principal a erradicação do analfabetismo no país e em particular no Kuando-Kubango, até 2015.
 Salientou que nos últimos anos se tem registado um aumento considerável de pessoas que demonstram interesse em aprender a ler e escrever, oportunidade que não tinham anteriormente devido à guerra que assolou o país.
 Realçou que na província do Kuando-Kubango o programa de alfabetização e aceleração escolar é assegurado por 322 alfabetizadores. O responsável da alfabetização disse que, por falta de infra-estruturas, muitos estudam em capelas das igrejas e unidades militares.   Durante o processo de alfabetização e aceleração escolar, os alfabetizadores utilizam dois módulos, sendo o primeiro para a primeira e segunda classe e o segundo módulo para a terceira e quarta classe, onde os alunos aprendem a ler e escrever.

Tempo

Multimédia