Províncias

Novos cursos na Escola Politécnica de Menongue

Lourenço Bule | Menongue

A Escola Superior Politécnica de Menongue (ESPM), afecta à Universidade Mandume-Ya-Ndemufayo com sede na cidade do Lubango, lecciona a partir deste ano lectivo os cursos de Medicina e de Agronomia, numa primeira fase apenas no horário diurno.

Parte frontal da Escola Superior Politécnica da cidade de Menongue que passa a ministrar os cursos de Medicina e de Agronomia
Fotografia: Victor Pedro |

A Escola Superior Politécnica de Menongue também tem cursos de Enfermagem, Biologia, Matemática, Informática de Gestão Empresarial e Gestão de Turismo.
O director adjunto para a área académica da ESPM salientou o empenho do governador provincial na criação da Universidade Cuito Cuanavale, que vai corresponder à oitava região académica e cobrir as províncias do Cuando Cubango e do Cunene.
 “Ainda não sabemos a data de abertura, mas estamos de parabéns porque a província do Cuando Cubango é extensa e possui zonas recônditas que necessitam de quadros competentes”, referiu o director adjunto Inácio Samba. Com o lançamento dos dois novos cursos, o número de vagas para o presente ano lectivo aumentou das 480 inicialmente previstas para 600.
As instalações da Escola Politécnica de Menongue continuam a registar enchentes de jovens ávidos em conseguir um lugar para os testes de admissão nos cursos de Biologia, Matemática, Enfermagem, Informática de Gestão Empresarial, Gestão do Turismo, Medicina e Agronomia. Os candidatos têm de apresentar no acto de inscrição uma cópia do Bilhete de Identidade, outra do cer tificado de habilitações literárias do ensino médio, duas fotografias tipo passe e o talão de depósito de 2.500 kwanzas na conta bancária da escola.
Os 352 candidatos para o período pós-laboral, inscritos na época passada, mas que não chegaram a fazer os testes de admissão devido a exiguidade de espaços, vão fazê-los agora.
A escola, cujas instalações beneficiaram de obras de restauro, tem agora 22 salas de aulas, mais três laboratórios, biblioteca e um parque de estacionamento para 70 viaturas. A escola tem 52 professores, quantidade considerada insuficiente pelos seus responsáveis. Inácio Samba anunciou,para  este ano lectivo, a formação de 80 estudantes de Biologia, Informática e Matemática.

Tempo

Multimédia