Províncias

Obras de reabilitação do hospital central aceleradas com transferência de doentes

Nicolau Vasco | Menongue

As obras de reabilitação do Hospital Central de Menongue vão, ainda este mês, ser aceleradas, após a transferência dos cerca de 80 doentes internados para tendas de campanha, que estão a ser instaladas no pátio do estabelecimento.

Pacientes recebem os primeiros socorros no hospital central de Menongue
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

As obras de reabilitação do Hospital Central de Menongue vão, ainda este mês, ser aceleradas, após a transferência dos cerca de 80 doentes internados para tendas de campanha, que estão a ser instaladas no pátio do estabelecimento.
 O director clínico do hospital disse, ao Jornal de Angola, que as tendas têm capacidade para 80 camas, número insuficiente, frisou, pois só o banco de urgência atende, diariamente, entre 50 e 80 pessoas.
Os trabalhos de instalação das tendas, afirmou João Chihinga, estão praticamente concluídos, faltando apenas acabar os de dois balneários.
 A transferência dos doentes, referiu, pode começar na primeira quinzena deste mês e vai ser feita de forma parcial, pois as áreas de cirurgia, medicina e ortopedia continuam a funcionar no edifício em reparação por falta de espaços para as instalar.
 O director clínico disse que o hospital, depois de reabilitado, passa a dispor de 150 camas distribuídas pelas áreas de pediatria, medicina, ortopedia e maternidade.  Os trabalhos de reabilitação concentram-se, agora, na substituição das telhas, eliminação de fissuras nas paredes e reparação do sistema eléctrico e da rede de esgotos.
 
Centenas de internamentos por acidentes
 
Dados estatísticos do hospital referem que os acidentes de viação – este ano, só até 15 de Fevereiro, registaram-se 185 – são a principal causa de internamentos.
O paludismo e as doenças diarreicas agudas, estas provocadas fundamentalmente pelo consumo de água não tratada dos rios Kwebe e Luahuca, são as doenças mais comuns na região, disse João Chihinga.
 O director do estabelecimento revelou que, diariamente, o banco de urgência recebe, em média, três vítimas de acidentes de viação, envolvendo motorizadas que prestam serviços de moto-taxi.
O Hospital Central de Menongue tem 376 enfermeiros e 17 médicos colocados nas especialidades de cirurgia, anestesia, laboratório, raio X, ortopedia e clínica geral.
Para o preenchimento do quadro do pessoal, garantiu o director clínico do hospital, são necessários mais cem enfermeiros e, pelo menos, 17 médicos.

Tempo

Multimédia