Províncias

Obras na via começam dentro de poucos dias

Carlos Paulino | Cuchi

A distância entre o município do Cuchi e a comuna do Chitato, no Cuando Cubango,  é encurtada ainda este ano, com a reabilitação de 54 quilómetros de estradas que separa as duas localidades, para permitir a livre circulação de pessoas e bens, garantiu o primeiro- secretário provincial do MPLA.

Reabilitação da estrada vai facilitar as trocas comerciais entre as duas localidades
Fotografia: Eduardo Pedro|Edições Novembro

Ao discursar num acto de massa no município do Cuchi, Pedro Mutindi disse que foi já  aprovada a reabilitação do  troço na Estrada Nacional 280, cuja empreitada é avaliada em 58 milhões de euros, e, para breve, está prevista a assinatura do acto de consignação das obras entre o Ministério da Construção e o consórcio  Inzag Germany.
Pedro Mutindi reconheceu que com a efectivação do projecto vai haver  uma melhor circulação de pessoas e bens, e  as trocas de mercadorias entre o município do Cuchi , no Cuando Cubango, e a do Cuvango, na Huíla vão ser reforçadas. Pedro Mutindi disse que actualmente tal intercâmbio está fora de hipótese, devido ao estado avançado de degradação das vias de acesso dos 54 quilómetros que separam as duas localidades.
O político informou que está em curso na província o projecto siderúrgico do Cuchi que se encontra a mais de 50 por cento da sua execução. Com a conclusão das obras, salientou, o Cuando Cubango passa a produzir ferro gusa e garante mais de mil postos de trabalho directos.
Além destes projectos, disse, as autoridades estão  a envidar  esforços para a execução do programa das 50 fazendas agropecuárias no município do Cuchi, que vai criar milhares de postos de trabalho.
O primeiro-secretário do MPLA reconheceu que o Cuchi é dos municípios da província com mais riqueza em termo de recursos naturais, com realce para as terras aráveis, água e minérios em abundância,  daí merecer a atenção redobrada das autoridades e do partido no poder.
Pedro Mutindi lembrou que MPLA lutou pela Independência Nacional, pela paz, pela democracia e pela reconciliação nacional e continua a trabalhar para a melhoria das condições de vida das populações. “Nenhum partido da oposição está em melhores condições de governar o país do que o MPLA”, concluiu.
“O MPLA é o único partido em condições de resover os problemas das populações, por isso é votarem na continuidade”, disse Pedro Mutindi.
Na localidade do Cuchi, o primeiro secretário do MPLA ofereceu uma ambulância ao Hospital Municipal, duas viaturas de marca Hilux, sendo uma ao rei Mwene Mucuva e outra ao padre da Igreja Católica, Domingos Ndala, conhecido por “Padre Cassanga”. Também fez a entrega de capacetes a mais de 70 motociclistas, além de bens de primeira necessidade às autoridades tradicionais. Cuchi é uma vila e município da províncoa do Cuando Cubango. Tem 10.621 quilómetros quadrado e cerca de 48.445 mil habitantes.
É limitado a norte pelo município de Chitembo, a Este por Menongue, sede da capital da província. A sul Cuvelai, e a Oste pelo município do Cuvango.
É constituido  pelas comunas de Cuchi, Cutato, Chinguanje e Vissati, também conhecido por Muita.
O município ruma para o desenvolvimento de Angola, pois foram recentemente lançadas as pedras para construção de uma industria de extração de ferro denominada Companhia  Siderúrgica do Cuchi.
No ano passado foi lançado no município do Cuchi sementes para o desenvolvimento de 50 fazendas, tudo no âmbito  da diversificação da economia em que o país se revê. 

Tempo

Multimédia