Províncias

Ortopedistas de Menongue recebem formação

Nicolau Vasco | Menongue

O Centro Ortopédico de Menongue, na província do Cuando Cubango, vai contar, nos próximos dias, com o apoio da Coreia do Sul na formação de técnicos angolanos para assegurar o funcionamento da referida unidade sanitária nas áreas de ortoprotesia e fisioterapia.

Ministro sul-coreano trabalhou em Menongue
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

A garantia foi dada  na quarta-feira, em Menongue, pelo ministro sul-coreano dos Patriotas e dos Veteranos, Park Sung Choon, que trabalhou algumas horas naquela cidade.
O governante salientou que, apesar de não haver ainda uma data específica para a assinatura do memorando entre os dois países, o acordo de formação na área de ortoprotesia e fisioterapia vai ser discutido inicialmente num encontro entre as delegações de Angola e da Coreia do Sul, em breve.
Além do envio de técnicos angolanos à Coreia do Sul, o Centro Ortopédico de Menongue vai beneficiar também de um apoio em equipamentos e matéria-prima para o fabrico de próteses em grande escala, com vista a apoiar o número elevado de pessoas com deficiências físicas. O ministro dos Patriotas e Veteranos acredita que a cooperação pode ser alargada também a outras áreas, sobretudo na agricultura, uma vez que Angola, no passado, foi grande exportadora de café e de algodão, o que pode ajudar na diversificação de economia.
No quadro da visita ao Cuando Cubango, em que foi acompanhada do ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido Van-Dúnem, a delegação sul-coreana visitou a fazenda Modelo Agro-pecuária, situada a 45 quilómetros de Menongue. A mesma tem uma área de seis mil hectares, onde são já criadas cem cabeças de gado, das cinco mil previstas.
O governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, considerou a visita da delegação sul-coreana uma mais-valia, por se tratar da décima economia do mundo, que produz e exporta produtos diversos para muitos países. “Esta é uma oportunidade que deve ser aproveitada para a troca de experiência, no sentido de atrair investimentos para o desenvolvimento da região, numa altura em que se procura caminhos para a integração socioprodutiva dos combatentes”, referiu o governador.
Pedro Mutindi disse que o Cuando Cubango, pelas suas potencialidades, é uma província modelo para a diversificação da economia, com realce para os sectores da pesca, agro-pecuário, recursos minerais e turismo, que são as linhas de forças para se cooperar com a Coreia do Sul.

Tempo

Multimédia