Províncias

Parque infantil em Menongue

Nicolau Vasco| Menongue

A Fundação Lwini vai construir, nos próximos dias, na cidade de Menongue, província do Kuando-Kubango, um parque infantil moderno, para preencher os tempos livres desta franja da sociedade.

A foto documenta o momento em que a vice-presidente da fundação colocava a primeira pedra no novo espaço para crianças
Fotografia: Nicolau Vasco| Menongue

A Fundação Lwini vai construir, nos próximos dias, na cidade de Menongue, província do Kuando-Kubango, um parque infantil moderno, para preencher os tempos livres desta franja da sociedade.
A primeira pedra para a construção do parque infantil, que terá uma capacidade para acolher, em cada período do dia (matinal, vespertino e nocturno) cerca de 300  crianças, foi lançada sábado pela vice-presidente da Fundação Lwini, Joana Lina.
O espaço vai ocupar uma área de 650 metros quadrados, podendo as obras terminar antes do final do segundo semestre do próximo ano.
Joana Lina realçou que a construção da obra tem como objectivo fundamental, além da ocupação dos tempos livres das crianças, evitar que as mesmas mergulhem na delinquência ou em outras práticas nocivas à sociedade.
Salientou que o parque infantil vai dispor de áreas de leitura, jogos, Internet, carrossel e serviços de pastelaria e restaurante, para servir o lanche dos meninos.

Natal antecipado


Mais de 500 crianças, com idades entre os cinco e 14 anos de idade, provenientes dos nove municípios do Kuando-Kubango, festejaram o natal antecipado, numa promoção da Fundação Lwini, em parceria com o governo provincial e a transportadora Unicargas.
Durante o almoço, que juntou centenas de crianças na Casa da Juventude, foram entregues várias mochilas, materiais escolares e brinquedos.
As crianças dos municípios de  Calai, Cuangar, Cuchi, Cuito Cuanavale, Dirico, Menongue, Mavinga, Nankova e Rivungo mostraram todas as habilidades nas danças tradicional e moderna, bem como na poesia, canção e no desporto.
As crianças dos referidos municípios foram surpreendidas, no meio da festa, com a presença do campeão olímpico José Armando Sayovo, que, de forma animada e descontraída, correu com as crianças, uma atitude que arrancou muitos aplausos da plateia.
A par disso, a vice-presidente da Fundação Lwini, que se encontrava acompanhada pelo governador do Kuando-Kubango, Higino Carneiro, procedeu a distribuição de cadeiras de rodas aos deficientes, cobertores para os lares de infância, material didáctico e bens alimentares diversos.
Joana Lina disse que a fundação já realizou o “Natal encantado” em Luanda, Zaire, Kuanza-Norte, Kwanza-Sul, evento que vai na sua quinta edição e é uma actividade realizada com o propósito principal de recrear e visa proporcionar às crianças ambiente festivo.

Mais apoios


Joana Lina destacou a entrega pessoal da presidente da organização filantrópica, a Primeira-Dama da República, Ana Paula dos Santos, no apoio às crianças e pessoas portadoras de deficiências.
A vice-presidente da Fundação Lwini realçou que a instituição vai continuar a prestar mais apoios à esta franja da sociedade, com vista a minimizar as dificuldades que actualmente enfrentam.
Noutros tempos, a Fundação Lwini, que completa 15 anos em Junho do próximo ano, tinha como grupo alvo os deficientes vítimas de guerra, mas, actualmente a organização estendeu a sua ajuda às crianças, às pessoas da terceira idade, entre outros sectores.

Governador agradece gesto


O governador Higino Carneiro agradeceu a Fundação Lwini pela realização da quinta edição do “Natal Encantado”, na cidade de Menongue.
Higino Carneiro espera que a fundação continue a desenvolver esforços no sentido de diminuir as dificuldades vividas pela população carente.
O director da empresa Unicargas, Abel Cosme, responsável pelo patrocínio do almoço, disse que à semelhança das outras festas, a sua empresa vai continuar a trabalhar com a Fundação Lwini, para dar oportunidades aos menores de mostrarem as suas habilidades.

Tempo

Multimédia