Províncias

Prevista uma boa colheita

Carlos Paulino | Menongue

Mais de 300 toneladas de milho vão ser colhidas nesta campanha agrícola no perímetro irrigado do Missombo, a 15 quilómetros da cidade de Menongue, província do Kuando-Kubango, anunciou na sexta-feira o coordenador do referido projecto, Agostinho Dias, em declarações ao Jornal de Angola.

Foram já colhidas toneladas de milho
Fotografia: Jornal de Angola

Mais de 300 toneladas de milho vão ser colhidas nesta campanha agrícola no perímetro irrigado do Missombo, a 15 quilómetros da cidade de Menongue, província do Kuando-Kubango, anunciou na sexta-feira o coordenador do referido projecto, Agostinho Dias, em declarações ao Jornal de Angola.
Numa área de 100 hectares, já foram já colhidas mais de 60 toneladas, posteriormente enviadas para o município da Matala, província da Huíla, para o processo de calibragem e secagem.
De acordo com Agostinho Dias, o projecto de cultivo de milho, que está em fase experimental, enquadra-se no programa de emergência para o sector da agricultura na região, lançado pelo Presidente da República aquando da sua visita à província, em Junho de 2011, no âmbito do programa do Executivo de combate à pobreza.
Ao longo do perímetro irrigado do Missombo, com uma extensão de três quilómetros, está também em curso a fase experimental de cultivo de hortícolas, como a melancia, tomate, couve e cebola, numa área de meio hectare, para ver se também se adaptam ao clima e terreno daquela localidade.
“Neste momento, a fase experimental do cultivo de milho decorre a bom ritmo e acreditamos que, na próxima campanha agrícola 2012/2013, o perímetro irrigado do Missombo vai poder arrancar na sua plenitude e aumentar ainda mais a sua área de produção”, disse.
Agostinho Dias acrescentou que, independentemente do perímetro irrigado do Missombo, já se pode dizer com muita satisfação que o volume de produção agrícola a nível da província do Kuando-Kubango conheceu melhorias significativas e que, dentro em breve, vai ser um grande potencial no sector da agricultura.
Apesar da estiagem que o país registou nos últimos tempos, o volume de produção agrícola na província do Kuando-Kubango não foi muito afectada e continua a aumentar a ritmo satisfatório.
O Jornal de Angola apurou, ainda, que no quadro do programa de emergência, o sector da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas recebeu, na semana passada, 6.300 pintos, para começar a produzir, a partir de Dezembro, 4.800 ovos por dia.

Tempo

Multimédia