Províncias

Primeiro aterro sanitário construído em Menongue

Domingos Mucuta | Menongue

O primeiro aterro sanitário do Kuando-Kubango começa a ser construído em Setembro, em Menongue, disse ontem o governador provincial, ao entregar à Administração Municipal material para a recolha de lixo.

Governo investiu em material diversos de remoção de resíduos sólidos para combater os focos de lixo e a proliferação de doenças
Fotografia: Nicolau Vasco|| Menongue

O primeiro aterro sanitário do Kuando-Kubango começa a ser construído em Setembro, em Menongue, disse ontem o governador provincial, ao entregar à Administração Municipal material para a recolha de lixo.
Eusébio de Brito Teixeira lembrou que o aterro sanitário vai contribuir para acabar com os focos de lixo e a proliferação de doenças.
Quanto ao material para a recolha de lixo que entregou, referiu que vai tornar mais rápida a remoção de resíduos sólidos principalmente próximo dos mercados paralelos. O equipamento entregue à Administração Municipal, salientou, destina-se a uma empresa privada especializada, que pode criar cerca de 600 postos de trabalho.
O governador entregou um camião de recolha, 40 contentores de lixo – metade com cinco metros cúbicos de capacidade e os restantes, com 2,5 mil metros cúbicos –, 170 uniformes, igual número de capas para a chuva, 300 ancinhos e a mesma quantidade de carros de mãos, pás, botas, vassouras, 200 cones e 20 mil sacos de plástico para entregar aos munícipes,
Eusébio de Brito Teixeira disse que estes meios vão reforçar a actividade da empresa de gestão e limpeza e dinamizar a recolha nos locais de maior produção de resíduos sólidos, como o centro urbano e os mercados paralelos. “Com este reforço, vamos conseguir ter a cidade ainda mais limpa e esperamos que a administração acompanhe a empresa de limpeza”, declarou.
O governador da província lamentou que haja quem continue a depositar o lixo ao chão, mesmo com os contentores vazios.
O Governo Provincial, referiu, investe muito dinheiro na aquisição de meios para proporcionar bem-estar à população, que tem a obrigação de colaborar na manutenção da higiene pública, respeitando as horas e os locais definidos par o depósito de lixo.

Tempo

Multimédia