Províncias

Professores em Menongue apresentaram experiências

Weza Pascoal | Menongue

Um grupo de 90 estudantes da Escola de Formação de Professores do Futuro de Menongue, província do Cuando Cubango, afecta à organização não-governamental norueguesa Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), encontra-se na Namíbia, num roteiro que os leva ao Botswana, Zâmbia e Zimbabwe.

Futuros docentes fazem trabalho de investigação científica em vários países da região
Fotografia: Domingos Cadência

Durante o périplo de quatro meses, os estudantes  fazem trabalho de investigação sociológica. Desde a abertura da Escola de Formação de Professores do Futuro de Menongue, em 2013, mais de 200 jovens estão a ser formados, 45 dos quais já se encontram em período de estágio em algumas escolas da província, com base num acordo entre a organização não-governamental e o Ministério da Educação, com vista a inserção dos mesmos no quadro docente da região.
O responsável da escola, Walter Alexandre, disse que a missão da instituição é formar professores para as zonas mais recônditas e torná-los num elemento interactivo no desenvolvimento das comunidades.
O vice-governador para o sector Político e Social, Pedro Camelo, disse que à semelhança do sector público, a organização não-governamental norueguesa Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP) tem trabalhado na expansão do ensino em Angola, com realce para a formação de docentes para as comunidades rurais, tendo já graduado em todo país cerca de 5.000 professores, 19 por cento dos quais  do sexo feminino.

Tempo

Multimédia