Províncias

Projecto "Meu Kamba" chega a Menongue

Weza Pascoal | Menongue

As escolas do ensino primário da província do Cuando Cubango  beneficiam do projecto “Meu Kamba” levado a efeito pelo Ministério da Educação, com vista a melhorar o desempenho dos professores e a aprendizagem dos alunos, no quadro de um novo modelo de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Novo modelo de ensino através de tecnologias modernas permite maior criatividade e dinamismo dos professores
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

A coordenadora do programa, Maria Julieta Octávio, que falava durante o lançamento oficial do projecto “Meu Kamba” na escola primária e do I ciclo do ensino secundário “17 de Setembro”, disse que, numa primeira fase, são apetrechadas em cada escola duas salas de aulas, com 45 computadores cada para os estudantes e um computador para o professor.
O projecto “Meu Kamba” pretende capacitar os professores para um modelo baseado nas tecnologias de informação e comunicação via “on line”, através dos manuais das 5.ª e 6.ª classes inseridos no actual sistema do ensino.
Maria Julieta Octávio acrescentou que este projecto permite ao professor ter criatividade e dinamismo, porque exige a utilização de vídeos para uma maior interacção entre os alunos e professores.
O referido projecto começou em cinco escolas da província do Namibe, uma em Luanda e outra no Cuando Cubango, mas, a responsável salienta que a pretensão é expandi-lo a outras localidades.
“Os cinco professores de cada escola seleccionada nesta primeira fase já tiveram acções de formação em Portugal”, disse a coordenadora do programa.
Julieta Octávio explicou que as escolas devem possuir alguns requisitos, como o acesso fácil para o material chegar em boas condições, luz eléctrica, salas de aulas apetrechadas com carteiras em bom estado de conservação, para suportarem os computadores, e segurança.
Os professores devem ser do ensino primário e com experiência de trabalho de pelo menos três anos.
A coordenadora do projecto “Meu Kamba” disse que para o projecto funcionar é necessária a formação de mais 600 professores em todo o país.
Neste âmbito, anunciou que mais agentes de ensino vão ser formados dentro de dias.
Julieta Octávio acrescentou que vão ser seleccionadas mais 154 escolas, 18 escolas em Luanda, dez no Cuando Cubango e as outras províncias com oito cada, de acordo com as condições que as mesmas oferecerem.
A coordenadora do projecto “Meu Kamba” disse que o programa permite aos alunos do ensino primário interagir com as novas tecnologias da informação e comunicação e a oportunidade de lidarem com a Internet.

Tempo

Multimédia