Províncias

Quadros técnicos do sector das Águas participam em uma acção de formação

Weza Pascoal | Menongue

Um grupo de 23 técnicos das Direcções Provinciais da Energia e Águas do Kuando-Kubango, Huíla, Namibe e Cunene frequentam até sexta-feira, em Menongue, uma acção de formação de novas técnicas de operação do sistema de tratamento de água.

Aumento da poluição tem encarecido os custos da água principalmente nas zonas rurais
Fotografia: Nicolau Vasco

Um grupo de 23 técnicos das Direcções Provinciais da Energia e Águas do Kuando-Kubango, Huíla, Namibe e Cunene frequentam até sexta-feira, em Menongue, uma acção de formação de novas técnicas de operação do sistema de tratamento de água.
A acção de formação, que começou na segunda-feira, é promovida pela União Europeia em colaboração com Assistência Técnica da Direcção Nacional de Abastecimento de Água.
 O vice-governador para o sector económico referiu na sessão de abertura a importância da iniciativa por dotar os técnicos de novos conhecimentos e criar uma dinâmica que permite responder aos objectivos do Executivo Angolanode dotar cada vez mais pessoas com água de qualidade.
Ernesto Kiteculo afirmou que “o aumento crescente da procura da água é impulsionado pelo desenvolvimento socio económico”, mas que, “em contradição, há uma oferta limitada”.
O governador disse, também,que a água “está acabar no mundo”, o que “vai originar grandes conflitos” nos próximos tempos” e que “o continente Africano não foge a essa realidade”. Por isso, salientou, é preciso preservar a água porque a sua escassez não está somente na quantidade, mas na qualidade. O vice-governador para o sector económico referiu que aumento da poluição tem encarecido os custos da captação, armazenamento, tratamento e distribuição de água potável, principalmente nas zonas rurais. O chefe de departamento provincial das Águas, Rodrigues Bongue, afirmou que cerca de 50 mil habitantes da província do Kuando-Kubango já consomem água potável, mas considerou que o número ainda está muito aquém dos objectivos do Executivo.

Tempo

Multimédia