Províncias

Registados menos casos na província

Carlos Paulino | Menongue

Os casos de violência doméstica no na província do Cubango estão a diminuir consideravelmente nos últimos dias, fruto da intensificação das campanhas de sensibilização nas comunidades, revelaram na terça-feira dados da direcção provincial da Família e Promoção da Mulher.

A directora em exercício, Cecília Incha, explicou que desde o início do ano e até Maio foram registados um total de 194 casos, quando em igual período do ano passado tinham sido denunciadas 219 situações. Dos 194 casos registados, 92 foram resolvidos, 71 terminaram em divórcios, 14 foram transferidos para a direcção provincial de Investigação Criminal (DPIC), nove para a Procuradoria-Geral da República (PGR), seis para a Justiça Militar e dois  para o sobado.
Cecília Incha adiantou que a violência económica, física, psicológica e laboral continuam a liderar a lista de casos mais frequentes no Cuando Cubango.
O consumo de bebidas alcoólicas e de outras drogas e o baixo índice de pobreza são os factores que mais têm contribuído negativamente.“Por este facto, é necessário que as pessoas moderem significativamente o consumo do álcool e de drogas, sob pena de continuarmos a ver muitas famílias a desestruturarem-se pelas consequências destes”, alertou.
A violência doméstica é um fenómeno que perturba a vida e a boa convivência das famílias, razão pela qual o Estado e a sociedade têm um papel crucial a desempenhar na sua prevenção e de promoverem atitudes generalizadas de combate ao flagelo, que tem feito muitas vítimas, acrescentou.

Tempo

Multimédia