Províncias

Registos do Cartório Notarial contam com serviço integrado

Carlos Paulino | Menongue

Um novo serviço completamente modernizado e com o sistema integrado dos registos e notariado, que permite emitir documentos com maior celeridade, foi instalado no Cartório Notarial de Menongue, na província do Cuando Cubango.

Com 15 computadores e  sistema on-line ligado à central de dados do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, o Cartório Notarial passa a emitir com mais rapidez a autenticação de fotocópias, reconhecimento de assinaturas, procurações e escrituras, entre outros documentos. 
O chefe de departamento de administração da Delegação Provincial da Justiça e dos Direitos Humanos, Adérito Kambamba, disse que, com a entrada em funcionamento do novo serviço de sistema integrado, o Cuando Cubango passa a dispor de um equipamento moderno e seguro, no quadro da política do Executivo, que consiste em levar os serviços essenciais à população.
Adérito Kambamba acredita que, com a instalação de novos serviços, os cidadãos deixam de aguardar por muito tempo, por ser célere. O responsável espera que equipamentos idênticos sejam instalados nos nove municípios que compõem a província do Cuando Cubango, para evitar que a população caminhe longas distâncias para tratar de documentos.
O vice-governador para o Sector Político e Social, Pedro Camelo, disse que a entrada em funcionamento do novo sistema integrado dos registos e notariado constitui um motivo de orgulho para os cidadãos do Cuando Cubango.
Pedro Camelo lembrou que os métodos anteriores não se adequavam às exigências e procura do momento, admitindo que o governo da província tem enfrentado uma série de dificuldades para dar o essencial ao cidadão, tendo em conta a actual crise económica e financeira.
O responsável reconheceu que, na província, existem milhares de cidadãos que lamentam a ausência de serviços da Justiça, com realce para o registo civil e a emissão do Bilhete de Identidade. Defende a necessidade de continuar-se a envidar esforços para que os serviços da Justiça possam corresponder às expectativas da população da região.

Tempo

Multimédia