Províncias

Religiosas doam bens aos reclusos

Manuel Pascoal | Menongue

Senhoras da União de Igrejas Evangélicas de Angola (UEIA), do Kuando-Kubango, ofereceram na semana passada, em Menongue, bens alimentares e refrigerantes aos reclusos da unidade penitenciária de Menongue.

Senhoras da União de Igrejas Evangélicas de Angola (UEIA), do Kuando-Kubango, ofereceram na semana passada, em Menongue, bens alimentares e refrigerantes aos reclusos da unidade penitenciária de Menongue.
Figuram, entre os géneros entregues, quatro sacos de arroz, três de fuba de milho e um de feijão, cinco caixas de óleo alimentar, quatro caixas de frango e 11 grades de refrigerantes.
 A presidente da sociedade da UEIA, Francisca Afonso Henrique, disse que o donativo visa, fundamentalmente, suprir algumas carências que a unidade penitenciária enfrenta, no sentido de dar uma dieta alimentar melhorada aos reclusos.
Realçou que a sociedade das senhoras da UEIA tem como objectivo zelar pelas situações das pessoas carentes, como presos, crianças, doentes, idosos e deficientes físicos, por serem os membros mais vulneráveis da sociedade, pelo que merecem uma atenção especial.
Tito Carlos, uns dos reclusos, agradeceu o gesto e pediu que outras organizações da sociedade civil sigam o exemplo, como forma de ajudar os cerca de 500 cidadãos  presos na unidade penitenciária de Menongue, na província do Kuando-Kubango.

Tempo

Multimédia