Províncias

Responsáveis em formação

Um total de 30 técnicos, entre administradores municipais e comunais, chefes de secção e de repartição do Cuangar, província do Kuando-Kubango, participam desde segunda-feira num curso de formação em matéria de secretariado designado

Um total de 30 técnicos, entre administradores municipais e comunais, chefes de secção e de repartição do Cuangar, província do Kuando-Kubango, participam desde segunda-feira num curso de formação em matéria de secretariado designado
Segundo o formador Ezequiel Tchicala, o seminário tem a duração de cinco dias e o objectivo é melhorar a prestação dos respectivos serviços ao longo do ano, de acordo com o pretendido pela administração do Cuangar.
Na abertura da acção, o  administrador adjunto do Cuangar, João Henriques Malaquias, pediu o maior empenho aos participantes durante o seminário, e sublinhou a importância de a qualidade no trabalho do secretariado ser cada vez mais inovada.
 Esta é a segunda formação realizada naquele município fronteiriço com a Namíbia, na faixa sul da província, desde o início do ano, Tendo a primeira decorrido sob o lema: “Liderança de gestação Documental”.

Merenda escolar
 
O programa de merenda escolar a nível do Lubango vai beneficiar, neste ano lectivo, um universo de 6.374 alunos de seis escolas do referido município da província da Huíla, numa iniciativa da administração local.
Silvano Levi revelou o facto no final da primeira reunião ordinária da Administração Municipal do Lubango, tendo adiantado que os beneficiários são crianças das comunas do Hoque, Quilemba, Huíla e Arimba. No programa, orçado em 70 milhões de kwanzas, está previsto o pagamento da empresa que vai distribuir a alimentação, baseada em pão, leite, frutas e iogurtes.
O administrador disse que o objectivo é melhorar os indicadores de aproveitamento escolar e a redução dos abandonos registados nos estabelecimentos de ensino.
Para além do programa de merenda escolar, Silvano Levi explicou que a administração pretende implementar outras acções, que têm a ver com a saúde escolar, assistência comunitária, apoio institucional às crianças, cujos pais têm fraca capacidade financeira.
O responsável esclareceu que o programa vai ser implementado apenas este ano a nível do Lubango, pois, noutros anos, o governo havia priorizado os municípios onde os índices de desistência e de reprovação eram muito acentuados.
A cidade do Lubango conta com 200 escolas, das quais 150 são do ensino primário e as restantes do segundo ciclo. As mesmas albergam 215.125 alunos.
Durante a reunião, os membros da administração do Lubango analisaram o grau de cumprimento do Programa Municipal Integral de Desenvolvimento Rural de Combate à Pobreza, referente ao período de 2012, situação técnica da repartição do ordenamento territorial, urbanismo e ambiente.
Foram ainda analisadas as necessidades e prioridades do município, a proposta de definição do estudo de impacto ambiental dos futuros cemitérios da sede capital da província, bem como a qualificação paisagística da cascata da Huíla e seu perímetro e da Tundavala.

Tempo

Multimédia