Províncias

Saúde recebe instrumentos de pulverização

Weza Pascoal | Menongue

A direcção municipal da Saúde de Menongue recebeu na quarta-feira um conjunto de materiais de pulverização destinado a reduzir os casos de malária naquela zona do Cuando Cubango.

Autoridades sanitárias estão apostadas no combate à malária que tem causado luto em muitas famílias
Fotografia: Eduardo Pedro

Dos materiais entregues pela Administração Municipal de Menongue constam um carro de fumigação extra domiciliar, um termo nebulizador manual para aplicação intra-domiciliar, denominado “bazuca”, moto mochila, para a aplicação de anti-larval, e pulverizadores de produtos químicos e biológicos.
O chefe da repartição municipal da Saúde, Carlos Jonas, disse que, a nível de Menongue, foram registados, no primeiro trimestre do ano, 3.300 casos de paludismo e 27 óbitos. Os bairros da Pandera, Paz e Popular, assim como algumas zonas periféricas de Menongue, são aqueles onde tem havido mais pessoas a adoecer com malária.
Os índices de paludismo na municipalidade são muito elevados, sendo esta a doença que mais mortes continua a provocar em toda a província.
Em função disso, a Administração Municipal de Menongue e a repartição local da Saúde conjugaram esforços para adquirir os meios para erradicar a doença.
Para trabalhar nesta campanha de combate à malária, já foi criada uma equipa, formada por 16 técnicos que, na primeira fase do programa, vão pulverizar as comunas do Missombo, Jamba Cueio e Caiundo.  Os técnicos, que vão trabalhar nos bairros da sede municipal durante a segunda fase, além da pulverização intra e extra domiciliar, vão aplicar produtos para o combate larval nos charcos e lagoas, e levar a cabo a desinfestação da água potável. O administrador municipal de Menongue, Miguel Dala, disse que a necessidade destes equipamentos tem a ver com o surto que tem assolado a região. Nesse sentido, garantiuque as viaturas equipadas com os meios atrás referidos, que custaram cerca de seis milhões de kwanzas à Administração Municipal, vão circular em quase todos os bairros de Menongue, nas zonas periféricas e no interior das residências, para eliminar a malária de forma eficaz.

Tempo

Multimédia