Províncias

Secretário da UNTA defende a revisão do salário mínimo

Nicolau Vasco | Menongue

O secretário provincial da União Nacional dos Trabalhadores Angolanos (UNTA) no Kuando-Kubango sugeriu que o Executivo angolano reveja o salário mínimo da função pública devido às constantes oscilações dos preços dos produtos da cesta básica.

O secretário provincial da União Nacional dos Trabalhadores Angolanos (UNTA) no Kuando-Kubango sugeriu que o Executivo angolano reveja o salário mínimo da função pública devido às constantes oscilações dos preços dos produtos da cesta básica.
Manuel Samba, que fez a sugestão num encontro de reflexão que assinalou o 52º aniversário da UNTA, que ocorreu no dia 16, disse que o salário mínimo não permite que um funcionário público sustente a família devido à subida constante dos preços dos principais produtos alimentares.
O dirigente sindical prometeu que a UNTA vai continuar a desenvolver acções de carácter reivindicativo para procurar que a situação se altere e lamentou que os salários dos trabalhadores da Educação, Cultura, Juventude e Desportos, Comunicação Social e da Saúde sejam os mais baixos do que os de outros sectores.
O secretário provincial do Kuando-Kubango da UNTA referiu que o salário mínimo não se adapta à alta dos preços dos produtos.

Tempo

Multimédia