Províncias

Sector da educação carece de professores

A Direcção Provincial do Cuando Cubango da Educação, Ciências e Tecnologia necessita, para o ano lectivo de 2018, de pelo menos 2.500 professores, com vista a inserir cerca de 40 mil crianças que se encontram fora do sistema de ensino e reforçar algumas escolas, onde os docentes são obrigados a leccionar mais de duas disciplinas.

Carlos Paulino | Menongue O director provincial da Educação, Ciências e Tecnologia, Miguel Kanhime, disse que a escassez de professores tem contribuído negativamente para que, a cada ano que passa, o número de alunos matriculados a nível da província do Cuando Cubango diminua.

 Recordou que isto deve-se também ao facto de a província estar há mais de cinco anos sem o recrutamento de novos professores. Acrescentou que outro motivo prende-se ao facto de muitos docentes irem para a reforma, outros abandonarem o sector da educação em busca de melhores condições salariais e ainda alguns que foram desactivados da folha salarial por dupla efectividade na função pública.    

 

Tempo

Multimédia