Províncias

Sobas pedem melhores estradas na região

Carlos Paulino | Menongue

As autoridades tradicionais da província do Cuando Cubango solicitaram, em Menongue, ao Governo Provincial para apostar na intensificação das acções de reabilitação e construção de estradas, com vista a acelerar o desenvolvimento da região.

Algumas vias de acesso ao interior do Cuando Cubango precisam de reabilitação urgente
Fotografia: Arquivo

O soba do Cuangar, Adriano Shitequeta, referiu que é necessário prestar mais atenção às estradas que dão acesso aos municípios do interior da província do Cuando Cubango, para facilitar o transporte dos equipamentos utilizados na execução de projectos sociais.
Adriano Shitequeta realçou que a sua área de jurisdição, que faz fronteira com a Namíbia, oferece um grande potencial para a prática agro-pecuária, mas, por falta de investimentos e vias de acesso, o sector anda a meio-gás.
Esta situação, acrescentou, é igualmente vivida em Rivungo, onde os 700 quilómetros que separam esta localidade de Menongue são feitos com grandes dificuldades, devido ao estado avançado de degradação das vias de acesso.
A situação tem sido facilitada com o canal fluvial entre a sede municipal do Rivungo e a localidade zambiana de Shangombo, onde a população adquire os principais bens de consumo.
O soba do Cuito Cuanavale, Tchicua Njamba, considerou que a implantação do projecto agro-industrial do Longa tem proporcionado o aumento de empregos no seio da juventude daquela zona. O projecto empregou, numa primeira fase, 160 jovens, na sua maior residentes no município do Cuito Cuanavale.
As autoridades tradicionais do Cuando Cubango falavam durante uma visita que efectuaram à fazenda agro-industrial de produção de arroz, na comuna do Longa, no município do Cuito Cuanavale, que consideram o principal ganho da província, no sector agrícola, desde a independência do país.
As autoridades tradicionais dos nove municípios da província efectuaram ainda visitas a outras obras em curso em Menongue e no Cuito Cuanavale, além da fazenda agro-industrial do Longa, que, este ano, vai colher mais de 3.500 toneladas de arroz.
Os sobas visitaram ainda a central de captação e tratamento de água potável de Menongue, o projecto habitacional de mil casas sociais no bairro Tucuve, as obras de construção do hospital provincial, a central térmica eléctrica de dez mega watts, entre outras infra-estruturas em execução na região.

Tempo

Multimédia