Províncias

Técnicas de diagnóstico abordadas em seminário

Weza Pascoal | Menongue

Mais de 20 técnicos de saúde dos municípios de Menongue, Calai, Dirico, Cuangar e Rivungo, Kuando-Kubango, participaram numa acção de formação de cinco dias sobre técnicas de diagnóstico de má nutrição nas crianças.

Técnicos de Saúde de vários municípios aprimoram os conhecimentos sobre nutrição
Fotografia: Weza Pascoal|Menongue

A directora nacional de nutrição lembrou que a província do Kuando-Kubango consta das prioridades devido à estiagem que a afecta sobretudo o Cuangar, Calai, Dirico e Rivungo, onde há grande escassez de alimentos.
Maria Futi disse ser “necessário que os técnicos de saúde estejam preparados para poderem prevenir e reduzir os casos de má nutrição que eventualmente venham a ocorrer”.
No seminário foram analisados vários assuntos, entre os quais o diagnóstico da criança mal nutrida, a gestão de casos de má nutrição, tipos de nutrientes para a recuperação do paciente, prevenção da doença nas comunidades, gestão dos centros que tratam da doença, os cuidados para evitar má nutrição às crianças, uso adequado do cartão de crescimento infantil e a atenção nas áreas da vacinação.
O médico Mangama Olingue, do Hospital Pediátrico da cidade de Menongue, revelou que mensalmente são registados mais de 15 casos de má nutrição, o que “é muito preocupante”.
Todos os municípios da província do Kuando-Kubango, disse, enfrentam sérios problemas de má nutrição devido à falta de técnicos especializados no diagnóstico.
Por outro lado, um grupo de 2.820 candidatos provenientes de vários pontos do país realizou, em Menongue, testes de admissão ao Instituto Médio de Saúde (IMS).
O Instituto Médio de Saúde tem 432 vagas nos cursos de enfermagem, farmácia e fisioterapia.

Tempo

Multimédia