Províncias

Tuberculose em crianças junta profissionais de saúde

Médicos e enfermeiros da província do Cuando Cubango estão a ser capacitados, desde terça-feira, na cidade de Menongue, para melhorar o diagnóstico e tratamento de casos de tuberculose em crianças.

A acção formativa começou na terça-feira
Fotografia: Nicolau Vasco | Edições Novembro

A acção formativa, que termina quinta-feira,  vai munir os participantes de conhecimentos sobre a situação da tuberculose no mundo e em Angola, principais directrizes do controlo da doença, sinais e sintomas, diagnóstico e tratamento da tuberculose sensível, pulmonar e extra-pulmonar nas crianças, tuberculose latente, quimioprofilaxia, vacinação com  BCG, entre outros temas.
O formador do programa nacional de controlo da tuberculose, José Suca, explicou que a formação tem como objectivo geral promover o envolvimento de todos os profissionais na saúde no controlo e combate à doença. José Suca acrescentou que é urgente melhorar a notificação de casos de tuberculose em crianças, envolvendo todas as redes sanitárias, com realce para os hospitais ou serviços de pediatria.“Temos de melhorar a gestão de casos de tuberculose em crianças na rede hospitalar e serviços de pediatria, no sentido de se garantir um acolhimento humanizado, adesão e qualidade no tratamento desta doença que tem vitimado muitas pessoas e em particular os menores”, disse José Suca que salientou que muitos dos casos de tuberculose que são diagnosticados nas unidades hospitalares, sobretudo em crianças, estão associados com o VIH/Sida.

Casos registados

O coordenador do programa de combate à tuberculose e lepra no Cuando Cubango, Domingos Tchihunji, informou que, desde Janeiro, as autoridades sanitárias na província registaram 999 novos casos de tuberculose, dos quais 17 terminaram em óbitos.
Domingos Tchihunji disse que durante o ano de 2018 foram notificados 1.480 casos de tuberculose, com um registo de 90 óbitos. Acrescentou que a nível da província se está a registar um aumento considerável da doença e que todas as unidades sanitárias estão preparadas para fazer o diagnóstico e tratamento da doença.  
Domingos Tchihunji apontou os municípios de Menongue, Cuito Cuanavale e Cuchi como os mais endémicos da província do Cuando Cubango. Os casos de tuberculose têm sido notificados principalmente nos jovens dos 25 aos 40 anos, na sua maioria infectados com o VIH/Sida.
Domingos Tchihunji realçou que neste momento a província tem um stock limitado de medicamentos para o tratamento da primeira fase da doença, acrescentando que no que toca ao tratamento da segunda fase existem medicamentos suficientes.

Tempo

Multimédia