Províncias

Vandalização de bens aumenta em Menongue

Carlos Paulino | Menongue

A província do Cuando Cubango está a registar nos últimos tempos um aumento considerável de casos de vandalização de bens públicos, que estão a deixar milhares de pessoas sem acesso à educação, assistência médica e medicamentosa, fornecimento de água potável e energia eléctrica, segundo o administrador municipal de Menongue.

Fotografia: DR

Júlio Vidigal disse que, nos últimos tempos, tem sido constante a vandalização de escolas, unidades sanitárias, sistemas de fornecimento de água potável, painéis solares, cabos eléctricos e outras infra-estruturas sociais. “Urge a necessidade de se desencorajar e combater esta prática reprovável, tendo em vista que o Executivo angolano tem estado a gastar valores avultados para a construção e reabilitação de infra-estruturas sociais, para o melhoramento das condições de vida da população.”

Segundo Júlio Vidigal, o dinheiro que se gasta para a reabilitação de uma infra-estrutura vandalizada serviria para a construção ou oferta de outros serviços públicos, que fazem muita falta à população.
O administrador de Menongue salientou que outra preocupação se prende com a preservação do meio ambiente. “Deve-se realizar um trabalho de sensibilização, para que se evite as queimadas desordenadas, o abate ilegal de árvores e a caça furtiva, bem como acções com vista à plantação de árvores, para que tenhamos um ambiente mais agradável.”
Destacou a necessidade de dar-se também especial atenção à agricultura familiar, para que se possa inverter o quadro actual e assim reduzir os efeitos da fome que atinge a província do Cuando Cubango, devido à estiagem registada na época agrícola 2018/2019.
“Todos nós, governantes e governados, homens e mulheres, jovens e adultos, independentemente da raça, etnia, credo religioso ou cor partidária, temos responsabilidades na construção do país que se pretende, para o bem-estar social de todos os angolanos”, disse Júlio Vidigal, acrescentando que “os desafios são enormes, mas estão ao alcance do nosso povo, que já demonstrou que jamais recua perante as adversidades.”

Tempo

Multimédia