Províncias

Vários projectos em curso apesar da crise económica

Carlos Paulino | Menongue

Dezenas de projectos sociais estão a ser executados pelo Governo Provincial do Cuando Cubango, nos mais variados sectores, com vista a melhorar as condições de vida das populações, revelou ontem, em Menongue, a directora do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística (GEPE).

Bernadeth Rodrigues Dalva informou que as autoridades da província dão particular atenção aos sectores da Educação, Saúde, Agricultura, Energia e Água, tendo já realizado vários programas.
Para este ano económico, a província do Cuando Cubango recebeu um orçamento rectificado de 41 mil milhões de kwanzas, dos 55 inicialmente previstos. Deste valor, até ao momento, foi atingido uma execução financeira de 31 por cento.
Bernadeth Dalva disse que o Orçamento Geral do Estado (OGE) para a província sofreu uma redução na ordem dos 25 por cento, sobretudo a nível da despesa de bens e serviços e capital e investimentos.
O Governo da província recebeu 66 mil milhões de kwanzas, do Orçamento Geral do Estado 2014, dos quais 70 por cento foram gastos em vários projectos e programas que melhoraram substancialmente as condições de vida das populações. Apesar de o Orçamento Geral do Estado ainda não satisfazer as necessidades no quadro da melhoria e oferta dos principais bens e serviços sociais às populações, ainda assim contribuiu para a construção de mais escolas, postos de saúde, estradas, pontes, fornecimento de água potável e energia eléctrica, habitação, entre outras infra-estruturas, reconheceu a directora do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística.
Devido à crise económica e financeira, a directora do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística apelou aos gestores da província, principalmente os administradores municipais,para  fazerem uma gestão racionalizada e mais  disciplinada.
 “Devemos dar continuidade aos investimentos, salvaguardar os a­poios sociais em todos os municípios, os cuidados primários de saúde, merenda escolar e o Programa de Combate à Pobreza, e a aceitação de recursos seja mais exigente no seu planeamento, principalmente a nível de bens e serviços.”
No quadro da economia, garantiu que o Governo Provincial vai apostar no sector agropecuário.

Tempo

Multimédia