Províncias

A cidade de Ndalatando com nova maternidade

A cidade de Ndalatando vai dispor, no próximo ano, de uma nova maternidade, com cem camas, disse, na quarta-feira, à imprensa, o director provincial da Saúde.

Nova maternidade permite melhores assistência às mulheres grávidas
Fotografia: Jornal de Angola

A cidade de Ndalatando vai dispor, no próximo ano, de uma nova maternidade, com cem camas, disse, na quarta-feira, à imprensa, o director provincial da Saúde.
Manuel Varela afirmou que o estabelecimento é construído no quadro das acções do governo da província direccionadas para a elevação das condições da assistência médica às mulheres grávidas.
Entre as prioridades do sector, referiu, está o aumento do número de postos e centros de saúde na periferia e de camas para internamento, com a inauguração do hospital regional de Ambaca.
O director provincial anunciou que o sector da saúde prevê, também, o aumento de centros de assistência materna, das campanhas de planeamento familiar, do combate ao HIV/Sida, do corte da transmissão vertical e da vacinação de crianças e de mulheres em idade fértil.
O aumento do quadro de pessoal, com a admissão de mais médicos e técnicos especializados em gestão hospitalar, pediatria e serviços de parto, fazem também parte das prioridades do sector.
Manuel Varela destacou, como factos positivos, a melhoria da assistência às mulheres grávidas, com a formação de cinco parteiras e a admissão de dois técnicos em pediatria
O director provincial disse que há três médicos e um técnico superior de enfermagem a concluir o curso de gestão hospitalar.
Entre os avanços alcançados em 2010 referiu a inauguração de três unidades médicas de referência, duas no município de Cazengo e uma na cidade do Dondo, e a extensão de centros de aconselhamento e testagem voluntária do HIV/Sida.

Tempo

Multimédia