Províncias

Animais de estimação vacinados na região

Manuel Fontoura

Um total de 2.455 caninos, 27 felinos e sete símios foram vacinados durante o ano de 2017 em todos os municípios da província do Cuanza-Norte, pelo Departamento Provincial de Veterinária, no quadro da campanha anti-rábica, anunciou ontem, em Ndalatando, o chefe do Departamento de Veterinária da direcção local da Agricultura e Florestas.

Fotografia: DR


João António Alfredo disse que vacinar é uma necessidade que se impõe, como uma medida de prevenir e controlar as doenças e evitar grandes perdas económicas em medicamentos e tratamento.
 O também engenheiro zootécnico disse que na campanha foram imunizados contra a raiva o maior número possível de animais de estimação, mas a insuficiência de pessoal técnico, assim como a inexistência de meios rolantes de apoio, para responder e dar maior cobertura em todos os municípios do Cuanza-Norte, foram os maiores constrangimentos registados.
 Segundo João António Alfredo, a situação agravou-se ainda mais com o péssimo estado das vias de acesso para os municípios de Ngonguembo, Bolongongo, Quiculungo e Banga.
 Apesar das dificuldades, disse, foi possível imunizar contra a raiva mais de 60% dos animais de estimação (cães, gatos e macacos) nas áreas urbanas e rurais, salvaguardando a saúde pública animal, num balanço considerado positivo.

Tempo

Multimédia