Províncias

Atraso no pagamento preocupa o sindicato

Marcelo Manuel | Ndalatando

A direcção provincial do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Kwanza-Norte está preocupada com os atrasos do pagamento dos salários de docentes locais.

Professores dizem que a situação é crítica
Fotografia: Dombele Bernardo

A direcção provincial do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Kwanza-Norte está preocupada com os atrasos do pagamento dos salários de docentes locais.
O secretário provincial para a Informação do sindicato, Zacarais Queta, disse que esta situação está igualmente a ser vivida por vários colaboradores, que também não recebem os seus salários há quase dois anos.
A situação está a criar grandes constrangimentos no exercício da actividade dos referidos professores, daí a necessidade do caso ser resolvido o mais breve possível, considerou Zacarias Queta.
O professor António Bernardo, funcionário da repartição municipal da Educação, lamentou o facto de ter cerca de três meses de salários em atraso, referentes ao ano de 2011, temendo que o problema não seja resolvido pelas instâncias competentes, uma vez que o caso já se arrasta há mais de um ano.
Em resposta, o vice-governador provincial do Kwanza-Norte para o sector político e social, José Alberto Kipungo, prometeu que o governo vai encontrar as melhores formas de resolver este problema. O responsável do Sindicato dos Trabalhadores da Educação disse ainda que, no decurso do próximo ano, haverá negociações com o governo, no sentido da criação e valorização dos centros de formação dos professores, bem como incentivar a adesão aos projectos de alfabetização.
 Entre outras questões, o sindicato vai exigir do governo local melhores condições de trabalho, de forma que os professores possam cumprir as exigências do processo da Reforma Educativa em curso.

Tempo

Multimédia