Províncias

Aumenta o número de adultos que querem aprender a escrever

Marcelo Manuel | Ndalatando

O programa de aceleração escolar arranca pela primeira vez na província do Kwanza-Norte com 5.000 alunos e 240 professores, anunciou em Ndalatando, o chefe do Departamento de Ensino de Adultos e Aceleração Escolar, Sebastião Luís Félix.

Mais de cinco mil alunos estão matriculados no programa de aceleração escolar
Fotografia: Jornal de Angola

O programa de aceleração escolar arranca pela primeira vez na província do Kwanza-Norte com 5.000 alunos e 240 professores, anunciou em Ndalatando, o chefe do Departamento de Ensino de Adultos e Aceleração Escolar, Sebastião Luís Félix.
O responsável da Educação deu essa informação no encerramento de um seminário de formação, de cinco dias, em Ndalatando, no qual participaram 60 professores que vão agora dirigir o processo de alfabetização no município de Cazengo. Durante o seminário, os educadores foram formados sobre o processo de aceleração escolar no ensino primário em Angola, objectivos e grupo alvo, actividades de reprodução e produção do pensamento.
De acordo com Sebastião Félix, o sistema de ensino vai ser ministrado com base no Manual Pedagógico “Módulo Dois”, que abarca conteúdos temáticos para as duas classes académicas, a terceira e quarta classe, em dois semestres.
Sebastião Félix revelou ao Jornal de Angola que em 2010 foram alfabetizados em toda a província 15.777 alunos, mais 6.991 do que em 2009. As aulas foram ministradas por 300 alfabetizadores. A Aceleração Escolar é um sistema de ensino reservado aos cidadãos que por razões diversas não concluíram a quarta classe até aos nove anos. Os professores foram seleccionados nas escolas do ensino primário da província, de modo ser garantido o domínio das novas metodologias de Ensino e o bom uso do material didáctico.
O professor Jone Cristóvão, em nome dos colegas, apelou aos responsáveis da Direcção Provincial da Educação para fazerem, durante o ano lectivo, um acompanhamento técnico e material eficaz, para serem atingidos os objectivos preconizados pelo Governo Provincial do Kwanza-Norte.

Tempo

Multimédia