Províncias

Bolongongo a caminho da prosperidade

Manuel Fontoura | Bolongongo

Diversos projectos sociais estão a ser executados pela Administração Municipal de Bolongongo, a norte de Ndalatando, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.

Na localidade foram construídos e apetrechados novos postos de saúde e os restantes foram reabilitados para prestar melhor assistência
Fotografia: Nilo Mateus | Ndalatando

Diversos projectos sociais estão a ser executados pela Administração Municipal de Bolongongo, a norte de Ndalatando, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.
O administrador municipal, Daniel Passala Velho, disse que o sector da Educação passou a dispor de diversas novas escolas construídas de raiz e de outras reabilitadas, todas elas mobiladas e equipadas.
Neste momento, está em curso a construção de uma escola e a reabilitação de outras três.
A administração leva ainda a cabo a reparação de empreendimentos, como parque infantil, campo desportivo e centro recreativo.
No sector da Saúde, as autoridades desenvolveram esforços para que os serviços estivessem mais próximos da população.
Para isso, foram recrutados agentes comunitários e adquiridos mais meios de apoio, como viaturas, motorizadas, bicicletas e ambulâncias, que vieram facilitar a evacuação de doentes graves para Ndalatando.
Simultaneamente, foram construídos e apetrechados dois postos de saúde, outros três foram reabilitados, estando em curso a construção de mais dois e de um centro materno infantil.
Quanto à energia, foi reabilitada e ampliada a rede eléctrica da sede municipal, que é assegurada por dois grupos geradores de 250 KVA cada, e as autoridades adquiriram outros seis de 80 KVA, para garantir o abastecimento às unidades sanitárias.
Foram, ainda, construídas as redes eléctricas nas comunas do Quiquiemba e Terreiro, com capacidade de 100 e 150 KVA.Durante os últimos quatro anos, foram superadas as avarias da rede de distribuição de água na sede municipal de Bolongongo e a localidade beneficiou da construção de dois chafarizes públicos e igual número de lavandarias.
Também foram estabelecidas ligações domiciliares e reabilitados três balneários.
A nível das vias de comunicação, o administrador disse que foram reabilitados cerca de 40 quilómetros de estradas terciárias, que ligam as sedes comunais e aldeias, e construídos ou recuperados sete pontecos. As ruas da vila e da comuna de Terreiro têm um novo tapete asfáltico.

Casas para quadros

Daniel Passala Velho referiu que foram desenvolvidos esforços para a construção de sete residências que acolhem quadros dos diversos sectores. Neste momento, há outras três em reabilitação, além das 150 casas evolutivas de baixa e média renda para as populações das sedes comunais.
No âmbito do Crédito de Campanha Agrícola, foram adquiridos e distribuídos vários instrumentos de trabalho e sementes aos camponeses.
A entrega dos bens teve por objectivo estimular o aumento da produção no município e para tal foram preparados cerca de 150 hectares de terra, posteriormente distribuídos aos associados em cooperativas e associações. Para comercializar os produtos da terra, foram adquiridos meios de transporte e está em curso a construção de um mercado municipal.

Tempo

Multimédia