Províncias

Brigada de mecanização naugurou as instalações

Marcelo Manuel | Ambaca

A primeira brigada da Cooperativa Agro-Pecuária do Planalto de Camabatela, que compreende as províncias do Kwanza-Norte, Malange e Uíge, passou a dispor no sábado de instalações, inauguradas pela administradora municipal de Ambaca, Rank Frank.

A primeira brigada da Cooperativa Agro-Pecuária do Planalto de Camabatela, que compreende as províncias do Kwanza-Norte, Malange e Uíge, passou a dispor no sábado de instalações, inauguradas pela administradora municipal de Ambaca, Rank Frank.
A abertura do escritório, inaugurado no âmbito das festividades do 78º aniversário da sede municipal de Ambaca, vai permitir dar um apoio determinante para o desenvolvimento das comunidades rurais, principalmente no que toca à recuperação de vias secundárias e terciárias e ao escoamento dos produtos do campo para as cidades.
O secretário-geral da cooperativa, Rui Cruz, disse que estas instalações surgem  através de um convénio da actual  direcção em parceria  com a Mecanagro, com o objectivo de criar possibilidades de desenvolvimento das  regiões que envolvem o território da Cooplaca.
Os membros da cooperativa, de acordo com o responsável, vão beneficiar de descontos na ordem dos 20 por cento e espera-se a abertura de outras instalações nas províncias do Uíge e Malange.
A brigada dispõe de nove máquinas adquiridas com ajuda do Governo Provincial do Kwanza-Norte e em breve chegam mais seis. As existentes  estão disponíveis para de­senvolver actividade agrícola dos cooperadores e administrações municipais vizinhas, com preços de trabalho praticados em função da dimensão de cada empreitada requisitada. A abertura da brigada mecanizada de Camabatela possibilitou a inserção de 15 jovens no mercado de trabalho, que passam a realizar a desmatação, nivelamento e desbravar das terras agrícolas.

Tempo

Multimédia