Províncias

Casas destruídas e lavras alagadas

Marcelo Manuel| Lucala

Um total de 10 casas ficaram destruídas nos bairros Ngola Nhinhi, CTT, Camagile e Terra Nova, no município do Lucala, a 36 quilómetros de Ndalatando, em consequência das chuvas que se abateram na região durante os últimos dias.

Chuvas causaram estragos no Lucala e deixaram muitas ruas intransitáveis
Fotografia: Nilo Mateus

Um total de 10 casas ficaram destruídas nos bairros Ngola Nhinhi, CTT, Camagile e Terra Nova, no município do Lucala, a 36 quilómetros de Ndalatando, em consequência das chuvas que se abateram na região durante os últimos dias.
De acordo com a Angop, vários camponeses da região afirmaram que as chuvas, acompanhadas de fortes ventos, provocaram a destruição de diversas lavras, provocando a submersão de outras, principalmente as situadas em redor do rios Bembeze, Bondo  e Lutanda  que, devido ao aumento do caudal, transbordaram.
Domingas António, proprietária de cinco hectares de terra cultivada na área do rio Bembeze, afirmou que metade dos mantimentos semeados, como o milho, feijão, jinguba, mandioca, batata-doce, banana e palmeiras, se encontram inundados.  
O responsável da EDA do Lucala, Manuel Pimenta, adiantou que nos últimos dias se registaram chuvas com 38,5 mm de água, o que significa terem sido de grande intensidade e que prejudicam as culturas.
 Nesta altura, a administração municipal do Lucala procede ao levantamento da situação para  fazer a avaliação dos estragos provocados pelas chuvas. A situação, disse a fonte, é alarmante.

Tempo

Multimédia