Províncias

Centenas de pescadores artesanais credenciados pelo sector em Cambambe

André Brandão | Ndalatando

Perto de cinco centenas de pescadores artesanais do município de Cambambe, província do Kwanza-Norte, estão a ser licenciados desde quinta-feira passada, para o exercício da actividade piscatória na região, recebendo a devida documentação, anunciou o chefe de departamento da direcção local da Agricultura e Pescas, Patrício de Andrade Constantino.

Pesca é das principais actividades da população do município de Cambambe
Fotografia: Nilo Mateus

Perto de cinco centenas de pescadores artesanais do município de Cambambe, província do Kwanza-Norte, estão a ser licenciados desde quinta-feira passada, para o exercício da actividade piscatória na região, recebendo a devida documentação, anunciou o chefe de departamento da direcção local da Agricultura e Pescas, Patrício de Andrade Constantino.
 Patrício de Andrade adiantou que com esta medida se está a fazer um levantamento e recenseamento de todos os pescadores, dos fiscais, a proceder-se ao controlo da qualidade e quantidade do pescado capturado e a listar-se as associações e cooperativas.
O responsável esclareceu que é intenção da direcção provincial da Agricultura e Pescas exercer um maior controlo sobre as capturas e qualidade do pescado das lagoas do município de Cambambe, bem como evitar como até aqui, que se pesque indiscriminadamente nas perto de três dezenas de lagoas da região.
“Doravante terão de apresentar uma guia de transferência passada pelo coordenador da lagoa, onde conste o nome do pescador, o local onde exerceu a actividade, o comportamento do mesmo, o tipo de arte e de embarcação que utiliza”, esclareceu.
Também, segundo o chefe de departamento é uma forma de combater os pescadores imigrantes que pescam, sem estarem licenciados, além de utilizarem redes de malhas inferiores a 37,5milímetros.

Tempo

Multimédia