Províncias

Chuva desaloja famílias no município do Lucala

Kátia Ramos | Lucala

Pelo menos 70 pessoas de diversos bairros do município de Lucala, no Cuanza Norte, perderam as suas casas, em consequências das fortes chuvas, acompanhadas de ventos, que se abateram no dia 22 de Abril, informou na quinta-feira o comando provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros.

Estradas ficaram intransitáveis devido à chuva
Fotografia: Maria João

O porta-voz da corporação, André Damião, disse que pelo menos 24 casas dos bairros suburbanos de Cacoso, Vila, Embondeiros, Cemitério, Camajile e Ngola Nhinhi ficaram sem tecto.
Para minimizar a situação dos sinistrados, a Protecção Civil do Cuanza Norte entregou mais de 400 folhas de chapas de zinco, roupa usada e bens alimentares de primeira necessidade. Foram ainda identificadas duas localidades na vila do Lucala com 23 casas construídas em lugares de risco de inundações, em caso de transbordo do rio.
Durante o primeiro trimestre deste ano, os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros registaram 65 desabamentos de casas em vários pontos da província, o que desalojou 249 pessoas.
Este ano, as chuvas provocaram a morte de uma criança, em consequência da queda de um muro de vedação, no município de Cambambe, e destruíram uma escola, em Ambaca. No Cazengo, houve três inundações que deixaram submersas 112 casas.
Neste momento, os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros têm disponíveis 2.500 folhas de chapas de zinco e nove atados de roupa usada para assistir aos sinistrados.

Tempo

Multimédia