Províncias

Cidadão evacuado após muitos anos doente em casa

O cidadão José Domingos, de 43 anos, guardado doente em casa pelos próprios familiares durante 27 anos e sem assistência médica, na localidade do Alto/Fina, município de Cambambe,no Kwanza-Norte, foi sexta-feira transportado para o hospital local, a fim de ser submetido a tratamentos médicos.

O cidadão José Domingos, de 43 anos, guardado doente em casa pelos próprios familiares durante 27 anos e sem assistência médica, na localidade do Alto/Fina, município de Cambambe,no Kwanza-Norte, foi sexta-feira transportado para o hospital local, a fim de ser submetido a tratamentos médicos.
 A evacuação do enfermo para o hospital foi possível após uma visita efectuada pelo vice-governador  para área social, José Alberto Kipungo, à residência do paciente,  tendo manifestado a sua indignação pela forma como o homem tem sido tratado ao longo de mais de 20 anos de enfermidade, assim como a vulnerabilidade dos progenitores.
O responsável prometeu apoios multiformes do governo da província para o paciente e sua família, entre os quais a evacuação para uma unidade sanitária.
Na sequência da visita governamental, José Domingos deu entrada no hospital municipal, onde vai permanecer internado, juntamente com a mãe, Feliciana Diogo, de 68 anos, que padece de uma tuberculose, desde 2005.
José Domingos foi retirado de casa num ambiente de muita agitação, por grande parte da vizinhança, que nunca antes o tinha visto nem tinha sido informada sobre a sua existência e pelo facto do mesmo estar acamado num quarto, desde os 16 anos.
O director do hospital de Cambambe, João Mateus Donga, garantiu existirem condições médicas para uma assistência primária, dedicada à identificação das reais causas que levaram à depressão do paciente, com paralisação dos membros, perda do poder de fala e insensibilidade dos órgãos biológicos. “Vão ser feitos testes que vão facilitar a intervenção do corpo clínico”, acrescentou.

Tempo

Multimédia