Províncias

Circulação rodoviária é preocupante

Habitantes do município do Ngonguembo, província do Cuanza Norte, manifestam-se preocupados com o avançado estado de degradação em que se encontra o troço que liga a circunscrição ao município do Golungo-Alto, caracterizado por enormes buracos, dificultando a circulação de viaturas.

Circulação rodovária no troço tem sido possível apenas por viaturas com tracção
Fotografia: JA

A circulação rodovária no troço, de aproximadamente 50 quilómetros, tem sido possível apenas por viaturas com tracção às quatro rodas, que também encontram dificuldades caso ocorram chuvas.
O automobilista Caetano Miranda disse que, além da estrada, é igualmente preocupante a situação da ponte sobre o rio Nzenza, cujas vigas metálicas que suportam a infra-estrutura apresentam um avançado estado de degradação.
O taxista António Francisco Miguel disse que o estado da via dificulta o abastecimento das unidades comerciais da região, factor que contribui para o encarecimento dos produtos básicos no mercado local, o que pode levar a população do município do Ngonguembo a enfrentar carências de diversos bens nos próximos meses.
O município do Ngonguembo situa-se a 102 quilómetros de Ndalatando, tem 1.400 quilómetros quadrados e uma população estimada em mais de oito mil habitantes. Possui três comunas: Quilombo dos Dembos (sede), Camame e Cavunga.

Tempo

Multimédia